Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


City Break 1.4

Quinta-feira, 06.05.10

Bem atrasado... mas como eu detesto deixar coisas por fazer. Aqui fica a conclusão do city break na Suiça. Mais vale tarde do que nunca!

 

 

 

24 de Fevereiro 2010

 

Hoje foi um dia calmo. O Ramos tinha um reunião no hospital por isso acourdou-se um pouco mais tarde e almoçou-se em casa... Uma criação gastronómica de autoria dele (!) Estava bom :P

 

Obviamente eu não pude ir com ele, então lá fiquei eu por minha conta a explorar Neuchâtel. Precisava de trocar umas quantas libras e queria trocar postais.

Parei no posto de turismo, onde ap+is desculpar-me pelo meu mau francês lá falei inglês com a senhora. Pensei que fizessem cambio nos correios (que era logo ao lado), mas não... só no banco. Lá ganhei um mapa com umas cruzes a indicar os bancos e lá fui eu.

 

No banco... bem o senhor do balcão assim já para o velhote não falava inglês, mas também não houve problema, que eu com o meu francês ruinzito safei-me e ainda recebi um elogio que falava muito bem... LOL! Acho que ficou contente por eu andar ali a esforçar-me, eu também ficaria se estivesse no lado deles. Ainda mais que devo ter passado por inglesa, e esta malta aqui é preguiçosa para falar não-inglês.

 

Já com francos suíços, parti em busca de postalitos. Comprei uma data deles! Escrevi um para os pais e um para mim e para a Maria.

 

Passeei (escreve-se assim?) pelo centro da cidade, quando encontrava postais parava... não sou moça de compras nem lojas de roupa, por isso em pouco sítio entrei. Entrei na 'CASA' (cá não há) e a loja cheira ao mesmo em todo o mundo, entrei em dois supermercados, tinham umas chouriças parecidas às nossas.

Comprei um bolo... o meu bolo favorito da Suiça! Batonette au vanille! Ca bom! Mas também não provei muitos mais :P

 

Infelizmente pouco tempo depois começou a chuver. Eu como não me afecta andar à chuva, lá continuei... andei pelos passeios à beira do lago.

 

 

Os patinhos.

 

 

 

Fui comprar selos... andei, andei.. andei, até que 2h30m depois fartei-me de andar à chuva e rumei até ao hospital que eu tinha visto um café à entrada.

 

Acacaba de chegar ao hospital, a reunião acabou e ele tava safo, granda timing!

 

Fomos até ao centro comercial que fica por baixo do estádio do NeuchÂtel Xamax. Não é muito grande e basicamente só tem lojas de roupa e acessórios. No entanto, tem lá um supermercado grandote, onde comprei queijo e os chocolates da praxe! (A chocolátra da Maria matava-me se eu não lhe levasse chocolates). O Raminhos aproveitou para abastecer a cave com Sagres pois estava em promoção.

 

O mais curioso no supermercado foi sem sombra de dúvida os carrinhos.

 

´

 

 

A foto não mostra bem, mas aquela coisa cinzenta espetada no lado esquerdo é uma lupa. Mas que ideia genial! Isto dava um jeitaço para a minha mãe que está a ficar vesga :P (mãe, arranja uns óculos decentes e deixa de usar os do chinês SFF!!). Não chamando a minha mãe de velha (que ela não o é), isto é muito bem pensado para a velhada! É bastante frequente as velhotas lá me perguntarem o preço das coisas, ou se aquele arroz é de cozedura rápida ou não. Pois, trau! Lupa com elas, letras gigantes! Facilitava-lhes a vida... mas eu cá acho é que elas gostam mesmo é de meter conversa e de companhia. Eu não me importo que eu gosto de velhotes, e as velhotas britânicas são um espectáculo! (as de Portugal também são fixes).

 

À noite havia janta do serviço do Raminhos, na associação portuguesa, e eu fui também.

 

Com um bitoque porque me estava a apetever, o Raminhos comeu polvo, que tinh um aspecto do outro mundo e para a próxima (se houver próxima lol), é o que vou pedir de certeza absoluta... mas então, estava-me a apetecer bitoque! 
Também marchou uma Sagres, um copo de Mateus rosé e sobremesa foi um doce do chege.

 

Comi melhor nestes quatro dias em restaurantes daqui do que em quase toda a minha estada em Inglaterra. Doses muito bem servidas (demasiado até para o que estou habituada a comer) e o preço muito em conta. 
Ir ao restaurante onde vivo (sem ser o japonês, coreano ou chinês), saí caríssimo. Num restaurante italiano por exemplo, um bife custa por volta das £28 (só o bife)... aqui, um jantar com bebdia e sobremesa ronda as £15 (pelo menos onde fui). Epá... não acho NADA caro!

 

Vi um pouco de RTPInternacional, aquilo na Madeira está mesmo um pandemónio... fiquei de boca aberta quando vi as imagens na net. Tenho que ver como estão as famílias dos meus colegas madeirenses lá do trabalho.

 

Enfim, hoje é a minha última noite na Suíça. Amanhã saímos de manhãinha para Genebra que tenho um avião a apanhar.

 

Assim que aterrar em Bournemouth vou firectamente para a uni que tenho uma aula de Biologia molecular forense... que é difícil que nem cornos!

 

À bientôt Suisse!

 

-----

 

 

E foi assim, não escrevi mais nada... mas ainda tirei umas quantas fotos depois.

 

 

 


 

Que venha o próximo city break!!!!!!!!!

 

 

E pronto, agora que já tirei isto do caminho... a ver se os posts voltam à (a)normalidade do costume!

 


 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 13:51

City Break 1.3

Domingo, 28.03.10

Tenho andado sem tempo nenhum, mas que vida de doidos! Se aquelas semanas em Janeiro/Fevereiro foram más... estas não ficaram nada atrás.

 

Embora bem atrasado, ainda tenho que transcrever coisas do meu travel log suiço.  Como eu gosto de acabar as coisas que começo, aqui vai.

 

 

 

---

 

23 Fevereiro 2010

 

Hoje acordei e lá fora estava assim.

 

 

 

 

 

 

Pelos vistos, nem aqui tenho tréguas da chuva.

 

Tínhamos nos planos uma rota com algumas paragens pelo meio para 'cachar', mas o tempo estava mesmo uma real cagada. Fez-se o mesmo passeio, mas quase na sua totalidade de carro.

 

A rota que se fez foi mais ou menos isto:

 

 

 

 

Aqui ficam algumas fotos tiradas dentro do carro.

 

 

 

Uma carrinha da Lusso, que nas minhas bandas chama-se Walls, e por aí Olá.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ainda filmei enquanto subiamos uns montes.

 

 

Vista bem bonita, não acham?

 

Andamos por terrenos onde duvido que muitos suiços tenham posto os pés.

Estradas estreitas, subias e descidas a pique... enfim.

 

 

 

 

 

Em Saint Ulsane fiz uma cache e como a chuva tinha acalmado, lá demos uma volta pela vila.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Santo que deu nome à vila.

 

 

 

 

O rio que se vê nestas fostos chama-se Doubs.

 

 

 

 

 

 

Fazem aqui muitas feiras mediavais e as ruas ainda estavam cheias de confetti do carnaval (mas será que é só na Inglaterra que não se comemora o carnaval... não é pelo carnaval em si, mas um feriado extra não fazia mal nenhum. Temos tão poucos!)

 

 

 

 

 

Gostei do pormenor do talho dizer talho, da leitaria dizer leitaria, etc...

 

Depois começou a chuver a sério e fomos recambiados para o carro.

 

 

O chu-chu a passar a ponte.

 

Passamos por Delémont e depois fomos a um "centro comercial" que tinha lá um supermercado com uma secção portuguesa com montes de coisas (como muitos supermercados espalhados pela Suiça). O Raminhos andava à caça de guaraná, eu entretanto babei lá com uma data de coisitas (EU QUERO UM SUPERMERCADO TUGA A SÉRIO ONDE EU VIVO!), seguimos marcha.

 

Fomos parar a Moutier que foi a primeira terra onde o Raminhos viveu quando ele veio para cá. Almoçamos no des Gorge, um belíssimo de um bife de cavalo assado na brasa com manteiga Café de Paris.

 

 

Mas que delícia!!! To die for!

 

Para desmoer fomos até ao Hospital onde ele trabalhou e ele pôs a conversa em dia com as ex-colegas de serviço.

 

Depois fomos a um bar-au-cin com um amigo dele, onde bebemos um copito (eheheh, chama-lhe copito!)

 

 

E fiquei felicíssima por saber que ainda há fans de DragonBall hardcore espalhados pelo mundo, olhem-me só a linda mochila! Foi a pessoa assim para o 'dodgy' falha-me o adjectivo em português, que vi na Suiça... o que acho bem estranho, visto eu viver rodeada de gente marada.

 

 

 

Mais umas fotos de Moutier.

 

 

 

 

 

Moutier, até à próxima!

 

A polícia ainda nos cumprimentou no caminho de volta, mas nada de sério, foi mesmo só para nos dizer olá.

 

Fez-se outra cache e toca a conduzir até Neuchâtel. Hoje passei por três cantões, Neuchâtel, Jura e Berne.

 

No cinema havia uma sessão de Avatar em 3D na versão original (a única sessão da semana, o único filme com versão original! filmes dobrados dispenso...). Filmes em versões originais aqui é coisa raríssima, está tudo dobrado em Francês. Depois admiram-se de não conseguirem falar Inglês decentemente.

 

Como o filme estava com legendas duplas, a linha de cima em francês a de baixo em alemão, pensei que me fosse causar confusão... mas nada disso. E ainda bem que eu consigo ler um bocado de francês, porque quando os Pandorianos grasnavam... safou-me.

O filme está visualmente bonito, e para ser sincera, de tão mal que ouvi falar da história do filme (or lack of it), esperava que estivesse MUITO pior.

Vê-se bem... acho que não o vou rever alguma vez no futuro, mas podia ter sido 100x pior. Afterall é um filme para agradar massas, há lá coisa melhor do que americanos a destruir coisas?

 

Não se fez muito o dia todo, mas sinto-me cansadinha. Acho que vou nanar cedo.

 

À demain!

 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

City Break 1.14

Terça-feira, 23.02.10

21 Fevereiro 2010 (continuação)

 

Em Neuchâtel, fomos até à esplanade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estes barcos atravessam o lago até localidades da outra margem.

 

 

O edifício atrás do barco é dos correios.

 

 

Um museu.

 

 

Uma das paredes da praça 12 de Setembro, que fez parte da Expo.02.

 

 

E para quem jogou Mass Effect... OMG, é a Liara!!

 

 

Mais casas na encosta.

 

 

Umas fotos lá de cima.

 

 

 

E eis dois travel bugs lindissimos... um deles vai passear até Inglaterra :)

 

 

Terminamos o dia na Associação Portuguesa assim:

 

 

Tal como nos bons velhos tempos de bombeiros!

 

E foi assim o meu primeiro dia na Suiça.

 

À demain!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

City Break 1.13

Terça-feira, 23.02.10

Para os posts não ficarem muito grandes e porque também não quero desperdiçar a madrugada a postar, vou dividir isto por partes.... muito provavelmente só acabo de contar as aventuras quando já estiver em casa.

 

Mas enfim, continuando.

 

 

Saímos de Tête de Ran, e voltamos para Vue des Alpes.

 

 

Que supostamente dá para ver os alpes, e tem um mapa que dá para ver o nome e a altitude de cada pico...

 

 

Mas como estiveram a limpar a neve do parque, a vista que tinhamos do miradouro era esta:

 

 

Só dava para avistar uma parte.

 

 

Fizemos outra cache.

 

 

 

E visto termos subido... e subido, obviamente que também descemos.

 

 

E descemos...

 

 

 

Um dos muitos túneis que há por aqui.

 

 

 

Descemos até Neuchâtel, fomos ver o lago e descobrir mais caches.

 

 

A água estava gelada... e não literalmente.

 

 

 

 

 

 

 

 

Havia um TB hotel lá perto, então lá fomos.

 

 

 

Tiramos de lá um, e pusemos este:

 

 

Lá também estava uma estação meteorológica bastante original.

 

 

 

Agarrado ao papel, está uma pedra pendurada com uma linha.

O meu Francês não é grande coisa... mas traduzindo assim à pressão se a pedra estiver seca, está bom tempo. Se tiver molhada está de chuva. Se tiver branca em cima, neve. Se a pedra estiver a deitar fumo, calor depois de tempestade. Pedra quieta, sem vento. Pedra que balança, vento ligeiro. Pedra que roda, tempestade. Pedra invisivel, nevoeiro. Pedra caída, tremor-de-terra.

 

Segundo o Raminhos, uma boa demonstração de humor Suisso.

 

Mais uma foto do lago Neuchâtel.

 

 

As casitas na encosta.

 

 

 

O hospital onde o Raminhos trabalha... mais parece um hotel!

 

 

Uma ruazita, com uma igreja terracota!

 

 

Como está quase tudo fechado ao Domingo e já estava a ficar tarde, fomos almoçar a essa grande instituição que é o MacD's.

 

 

 

 

Aqui também têm saladas como acompanhamento.... coisa que eu gostava que o meu lá tivesse.

 

Curioso é o código no final do recibo.

 

 

Para ir à casa de banho precisamos de um código para abrir a porta! Uma boa ideia para evitar não pagadores de encherem a fossa (ou então irem para lá espetar as agulhas - embora ache que por estes lados não haja muito disso).

 

Lá continuamos o passeio.

Aqui está a estátua de alguém importante na história de Neuchâtel.

 

Duvido que tenha sido por andar com uma garrafa de Martini na mão.

 

 

 

Continua no próximo post.

Autoria e outros dados (tags, etc)





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031