Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A trabalheira que é o Natal

Quarta-feira, 23.12.09

Está decidido... o Natal é uma trabalheira. Ou é isso ou este ano não estou mesmo com espírito Natalício nenhum... e o pouco que tinha ficou no chão do aeroporto onde acampei por mais horas do que aquelas que queria.

 

Irra que desta vez foi difícil chegar a Portugal... e por momentos vi a minha a andar para trás e já estava a ver que não comia bacalhau pelo Natal. Felizmente, após muito stress, uma vontade brutal de dar uma joelhada nos tomates do Stelios, consegui arranjar uma solução e cá estou eu na terrinha.

 

Não vou relatar todas as peripécias que me aconteceram pois agora que cá estou, já deixei de ver vermelho e estou mais calma, mas faço um apanhado. Já agora, peço desculpa a quem me segue no facebook ou no twitter pela quantidade de updates que fiz na altura.

 

Enfim... 

 

A noite até não começou mal, era uma da manhã e o Sebastian e a Wen estavam à minha porta para me dar boleia. O Sebastian (que é cunhado da Wen) ía-nos levar até ao aeroporto, por coincidência o meu check-in era às 4 da manhã em Gatwick, e o da Wen era às 5 em Heathrow. Como passaram o dia a avisar que ia cair um nevão à noite, decidimos abalar com tempo nas calmas... e ainda bem que o fizemos.

 

Em menos de uma hora de viagem, começa a nevar de levinho... bonito, né? Pois, ao fim de 10 minutos a nevinha virou blizzard... que nem os camiões de sal/grit davam conta do recado. 

 

 

 

 

 

O Sebas coitado ia 'cagando tijolos' mas chegou-se bem e a tempo.

 

 

 

 

 

Comparado com o Canadá, esta nevezita não é nada... mas para estes lados da Inglaterra, esta malta entra em pânico. Como a quantidade esperada de neve por ano não justifica as autoridades locais abastecerem-se com sal ou o tal grit manhoso, só as auto-estradas (e mesmo assim só uma faixa ou duas) é que têm direito a serem borrifadas... e depois é o que se vê nas notícias.

 

Lá cheguei ao aeroporto, fiz o check-in num instante, pois muita gente provavelmente ficou presa na estrada e a fila estava pequena. 

Assim que passei para o lado de lá, após revistarem-me e as coisas do costume, deu logo para ver que ia ser um dia longo... quatro voos já tinham sido cancelados e aquela pista estava demasiado branca para o meu gosto.

 

 

E a neve não parava de cair, e o vento também não acalmava.

 

Eram 4:30 e lá marchou um bacon roll e um cappuccino.

 

 

Como ainda não tinha dormido nada e depois de comer é normal dar-me soninho. Espojei-me na alcatifa, mesmo em frente a um dos monitores de informações. A gate só abria às 5:55, por isso lá fechei os olhitos....

Era 6:15, a gate passou só a abrir às 7:20... 

Era 7:20, e lá fora estava assim... entretanto mais voos estavam a ser cancelados.

 

 

Nada promissor... depois das 7:20, o painel deixou de dizer horas e para esperar...

Faltavam poucos minutos para as oito e todos os voos da easyjet previstos para antes das 11 horas cancelados... uma rajada de 23 voos, para UMA pessoa no balcão de informações.

 

E o stress começou... e a zona foi reforçada com seguranças, e acredito que uma das razões foi pela crew que ia para o Funchal lol. 

Eu por uma certa altura até tive pena do homem da easyjet, pois não era culpa dele estar ali sozinho e não dar despacho a ninguém. A culpa foi da companhia que prefere pagar reembolsos a gastar mais dinheiro por um novo slot.

 

O que mais irritou ainda foi que para tentar arranjar lugar no voo seguinte, teve que ser tudo pela internet... nem número de telefone, nem balcão de atendimento... nada.

 

Lá liguei à Maria para me socorrer... e foi impressionante, todos os voos de Gatwick para Faro ficaram cheios em coisa de 10 minutos. Era a Maria a reservar o voo, e a página a actualizar a dizer que já não havia voos disponíveis. Após 5 companhias aéreas diferentes, a esperança estava a morrer... e Portugal parecia cada vez mais longe. A solução seria esperar até dia 23... mas eu não me conformei! Lá fiz a Maria dar ao dedo novamente até que apareceu um voo de Stansted pela Ryanair para as sete da manhã do dia a seguir, só com 15 lugares vagos e um preço exorbitante. Por esta altura estava por tudo, e assim que este apareceu foi reservar imediatamente! 

 

A Maria salvou-me o coiro... e senão fosse ela ter servido de PA eu estava bem lixadinha.

 

O maior obstáculo foi ultrapassado... agora só era preciso arranjar maneira de ir para Stansted. Arranjei um bilhete de autocarro e após uma espera de uma hora ao frio à neve (sim, porque o autocarro abalava assim que enchesse... e a quantidade de pessoas naquela fila enchia pelo menos uns cinco expressos da Renex!!!), lá consegui um lugar no autocarro.

 

 

 

 

 

(Heathrow)

 

 

 

A trajectória foi: Gatwick, Heathrow Terminal 5, Heathrow Central, Stansted. A viagem só demorou 4 horas....

 

Cheguei a Stansted, com planos de acampar algures no aeroporto... pois, mas bancos que é deles? Até mal havia lugar no chão para espojar-me... mesmo assim ainda resisti algum tempo, mas a dor de cabeça que tinha começou a chatear-me seriamente, e os meus pés gelados e o rabiosque criogenizado mandavam mensagens à minha mente...

 

...vai procurar um quarto num B&B

 

...vai procurar um quarto num B&B

...VAI PROCURAR UM QUARTO PORRA!!!
 
E prontos, lá fui eu ver o que se arranjava... e HOLY SHIT.
Esquece o B&B... tudo estava cheio, os hoteis mais baratos estavam sem quartos disponiveis, e o mais barato era o Hilton >_>
Digamos que foi bastante doloroso entregar o cartão para pagar £80 por uma noite, e que estava a rezando para que ainda tivesse dinheiro na conta. O alívio quando o recibo sai da maquineta... ui, sensação boa. 
 
Só depois é que me apercebi que não comia há cerca de 12 horas... e que não dormia nada de jeito há 31 horas (sim, que as sestas no aeroporto aquilo é olho no burro, no cigano e na mala!!!)
O pensamento de estar a uma viagem de shuttle até uma cama a sério deu-me forças para ir ao Burger King e compar um Whopper para levar para o quarto.
 
Demorei 24 anos para ficar hospedada num Hilton... sou uma priveligiada! Mas para ser sincera eu contentava-me com um divã por cima de um restaurante indiano.
E por mais limpinho que o quarto estivesse... por aquele preço estava à espera de algo muito mais luxuoso, lol.
 
 
 
 
Hmmm, nada como água del cano!
 
 
A vista do quarto:
 
 
As minhas companheiras de viagem desde 2003:
 
 

 

Hmmm... chuveirada, caminha lavada e:

 

 

PAPAROCA!

 

Falando em paparoca, apresento aqui a baguette mais cara que me entrou na boca...

 

 
Dava para ter comido um belo bife estivesse eu noutra tasca.
 
Depois do jantar, dormi... ou tentei, pois de 10 em 10 minutos acordava. O que foi estúpido pois estava cansada, mas a minha cabeça não parava e eu estava preocupada. 
 
As horas demoraram a passar... mas eram quatro da manhã e já estava com as malas prontas para voltar para a guerra. No entranto, aproveitei e tomei o pequeno-almoço cortesia do hotel.
 
 
Um café com leite, e um biscoitinho... nem pensar que ia pagar £14 pelo pequeno-almoço.
 
Foi a primeira vez que vi um tabuleiro com cafeteira... não está mal pensado.
 
 
Só fazia figas para este voo não ser cancelado... porque o tempo parecia estar na mesma.
 
 
Uma árvore de Natal toda pipi, mas que não ficou nada de jeito na foto.
 
 
Quando cheguei ao aeroporto, era o caos no check-in... saliento que aquilo era praticamente fila única... >_>
 
 
Conheci a Sara de Tavira, que tal como eu está para lá desterrada, e fizemos companhia uma à outra durante esta espera infinita e durante o voo.
 
O avião levantou bastante atrasado mas não houve crise... tudo menos ser cancelado!!!
 
E foi assim... ao fim de 36 horas cheguei, estafada... mas de boa saúde!
 
E ainda bem que não comprei prendas para o Natal para ninguém (não tive tempo... mas pode ter sido um sinal (?))... pois nessas 36 horas queimei quase um ordenado!!!
 
 
Caso não poste aqui mais nada é favor passarem um Bom Natal!
 
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

LDN III

Segunda-feira, 30.11.09

Tal como disse, eu e a Maria fomos ver o Rei Leão... e como já se sabe tirar fotos destas coisas não é lá muito boa ideia, mas ainda consegui tirar uma foto ao palco antes de começar.

 

 

O Lyceum Theatre é vertiginosamente inclinado. Ficamos na fila do topo, tínhamos binóculos à disposição, mas via-se bem... devido à inclinação em pique, não houve cabeça nenhuma a me chatear.

Estava a abarrotar, só vi duas cadeiras livres... as vezes que me veio à cabeça, e se esta porra for toda a baixo... e se eu tropeçar e rebolar? É que ia direitinha para a cabine da banda... que de tão alta que estava via na perfeição.

 

 

Bebemos um slush puppy, dos a sério... e paguei £2.40 por uma garrafinha de água, a mais cara que já comprei até hoje. 

 

 

Foi um espectáculo, recomendo! 

 

Depois do teatro, fomos o caminho todo a cantar feitas malucas >_> entramos no tube e lá fomos até Golders Green, onde arranjamos o quartinho num B&B baratuxo (para Londres).

 

As fotos fazem parecer o quarto tão melhor...

 

 

 

Já sabiamos que não ia ser nenhum palácio... mas toda a casa era bem velhota, os corredores estavam forrados com carpete castanha (sim, portas e paredes também). Os canos e os aquecedores faziam um barulho do caraças.

E pensam que havia recepção para nos receber calorosamente? LOL, nops. As chaves estavam num vaso de flores dentro de um envelope com o meu nome, tal como me tinham dito pelo telefone.

Mas estava tudo limpinho (para os standards de cá) e o staff era nice.

 

 

 

Umas manchas manhosas na carpete... não se andou descalsos por lá, blargh.

 

 

Umas quantas rachas na parede e papel de parede rasgado.

 

 

A sanita e a banheira estavam bem limpinhas e a casa de banho cheirava bem... mas o chão (que era daquele plástico a imitar azulejo), tinha uma roda amarela à volta da sanita que mostra que os clientes dos anos anteriores não tinham lá muita pontaria.

 

 

Aqueles rebicoques amarelos partem tudo!

 

Enfim... foi só por uma noite e por sabermos isso não ficamos numa coisa melhor, mas uma coisa garanto, um sítio destes não estava aberto ao público no Algarve.

Mas a sério, não pensem que sou uma princesa, mas as fotos tornam o quarto jeitoso... e não era.

 

Depois de deixar as mochilas, e como estavamos com fomeca, fomos a um buffet lá ao lado, parecia ser chinês/tailandês ... e era... só que era vegetariano, e não é que tenha alguma coisa contra tofu e soja hidratada... mas num all you can eat, terem uma variedade de 3 pratos, epá... eu e a Maria ficamos mesmo desapontadas com aquilo, e ficamos tão arrependidas por não termos ido ao Italiano fino ao lado (já que tinhamos poupado dinheiro no quarto... mas como somos unhas de fome e andamos sempre tesas >_> para a próxima já se sabe!)

 

Desconsoladas com o jantar, lá nos enfiamos no tube... a chuva não nos parou e lá fomos continuar o passeio. Saímos em Piccadilly Circus.

 

 

 

 

 

 

 

Mesmo de noite, e a chover a potes, que quantidade brutal de gente na rua... tudo nas suas compras de natal.

 

As decorações de Natal já bombavam.

 

 

 

Isa, Apple Store!

 

 

A árvore de Natal da Beneton estava tão gira, com camisolinhas em vez de bolas!!!

 

 

 

Andámos até Oxford Circus, sempre à chuva.

 

 

As department stores todas enfeitadas.

 

 

 

E há lá melhor coisa para vencer o frio?

 

 

Depois fomos para o 'semi-quentinho' do quarto, nanar... 

 

Próximo post, e para terminar a saga de Londres... Camden.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um fim-de-semana especial parte 2

Terça-feira, 28.07.09

No Domingo, foi o dia do Pólo e infelizmente, o tempo esteve uma porcaria... chuva, vento e frio! Completamente o oposto do ano passado, onde esteve calor (+/-30ºC) e fazia um calor tremendo na marquee. Devido à experiência do ano passado, ar condicionado foi instalado... mas que desperdício, que com o frio que estava não fez falta nenhuma.

 

Bem, fotos com ela!

 

As mesas onde os cerca de 200 convidados se sentaram... ainda dei uma mãozita visto pôr mesas assim todas pipis é o que mais tenho feito nestes últimos tempos!

 

 

 

Fotos do interior da marquee:

 

 

 

 

 

 

 

Não tive tempo de tirar fotos ao buffet quente, por isso fica aqui a mesa da fruta.

 

 

 

 

Os convidados foram recebidos com champanhe, PIMS e afins. Eu fiquei-me pelo meu cafézito e baguete de bacon... só este pessoal para se começar a escarar às 10 da manhã!

 

 

 

 

 

Soube tão bem não ter que andar engravatada de bandeja na mão!

 


 

A marquee da Cartier, que ficava logo ao lado da nossa. Este ano não vi nenhuma celebridade... que pena :(

 

 

 

 

As marquees vizinhas:

 

 

 

 

Depois do almoço, enquanto se preparava a tenda para o famoso 'cream tea', fomos ver a parada e o pólo. O jogo foi entre a Argentina e a Inglaterra... escusado será dizer que a Argentina deu uma grande abada à Inglaterra, não é por nada que eles são os melhores do mundo neste desporto.

 

 

 

 

 

Os Hounds da família real que são bué fofos!

 

 

O zoom da máquina a bombar... é ali que a realeza se abanca para ver o jogo. Por hábito é a rainha que entrega o troféu, mas nos dois anos que fui só tenho apanhado com o Charles. Que está com uma redondela careca à frade toda jeitosa... a Camila não estava presente, porque de facto não fazia lá falta que já estavam lá cavalos com fartura.

 

 

Tudo de pé para cantar o hino.

 

 

 

Como é um evento social muito importante, camera crews era o que não faltava.

 

 

Umas demonstrações das habilidades que os meninos fazem com os cavalos... aparentemente é difícil pôr um cavalo a fingir que está morto, disseram eles que eu não entendo nada de cavalos. (Assim que vi o cavalo no chão disse logo, 'olha olha espetou-se um!!!')

 

 

 

 

 

Pouco depois, estava tudo apostos para a grande partida do dia!

 

 

 

 

 

 

É bastante emocionante de se assistir e não se tem noção da velocidade do jogo. Aqui ficam vídeos da coisa... embora não lhe faça justiça, ao vivo é outra coisa!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

'Stomping the divots' como manda a tradição... muito Pretty Woman (à excepção da minha bochinha, claro! Para não falar que não tinha o Mr. Gere comigo...)

 

 

 

Notem só o pormenor das unhas! Colour coordination no seu melhor!!! (Esta foi a segunda vez na minha vida inteira em que pintei as unhaças!)

 

 

Embora seja um desporto cheio de glamour... quando a vontade é muita, lá tem que ser.

 

 

A fanfarra (lol) por lá andava (ainda houve uns quantos que quase que apanharam com umas trombadas!)

 

 

 

Infelizmente pouco tempo depois começou a chover a sério, decidimos que era melhor voltar para a marquee. Uma pena que eu queria ver se este ano havia alguém corajoso o suficiente para repetir a proeza do ano passado... três streakers!!! Mas acho que o frio e a chuva deste ano desencorajou a rapaziada... provavelmente não queriam mostrar os pirilaus encolhidos com o frio.

 

Aqui vão umas fotos do ano passado... o céu azul e o sol a brilhar... ahhhh como teria sido bom se este ano tivesse sido igual.

 

 

 

 

 

Enfim...

Depois do 'cream tea', com sandes de pepino, salmão, egg mayo e outras coisas típicas... despedimo-nos dos outros convidados/conhecidos/colegas/amigos e fomos para o hotel.

 

Embora não se tenha trabalhado muito (lol), foi um dia bem longo e estávamos todos cansadinhos... por isso não ficamos tempo nenhum no bar do hotel, e decidimos acabar a noite em grande.

 

 

 

 

 

Há lá melhor maneira de acabar a noite do que com room service??? Marchou-se uma ciabatta com alho e coentros bastante aldrabada, e uns onion rings que por acaso estavam uma maravilha.

 

No dia seguinte lá comi um cooked breakfast, para ganhar forças para a viagem de regresso.

 

 

Ainda demos um pulinho por Croydon para dar de beber ao carro... o voo da mãe atrasou cerca de uma hora, mas como eu ainda tinha umas horitas a conduzir até chegar a casa, não fiquei com ela muito tempo depois do check-in.

Depois de um 'até logo'... lá fui eu auto-estrada abaixo... gramando com cerca de duas horas disto:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É que quando chove... chove a sério.

 

Foi de facto um fim-de-semana especial, agradecimentos ao patrão que é um homem 5 estrelas... é por estas e por outras, que por vezes os dias cães no trabalho custam um pouco menos.

 

Agora já estamos com trabalho na lombeira... que isto não é só festas!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 21:58

Um fim-de-semana especial

Segunda-feira, 27.07.09

Como já disse, mal assentei os pés em Bournemouth dei logo de frosques... a razão, o evento chique do ano, a que tive a sorte de ir mais uma vez (O ano passado fui com a Maria).

 

Resumindo a história, a companhia para que trabalho pertence ao mesmo grupo do trabalho da minha mãe, daí o nosso chefão ser o mesmo. Como somos umas previligiadas, fizeram-nos o convite para ir passar o dia na Marquee que o grupo tem no Cartier International Day Tournament no Guards Polo.

 

Então, na Sexta-Feira lá fui eu buscar a mãe ao aeroporto... que trânsito infernal, e que mau tempo!!

Demorei quase 7 horas a fazer um percurso que normalmente faço em 3...
Por causa de uma brutal trovoada que sobrevoou Gatwick, o piloto após 3 tentativas desistiu e foi aterrar em Heathrow... escusado dizer que não fiquei muito contente, pois o trânsito na M25 estava infernal, de uma forma que nunca vi (+2 horas para fazer cerca de 30 milhas)... voltar para trás não me deixou lá muito contente. Mas foi melhor assim, ao menos o avião aterrou bem e embora a mãe tenha esperado que se fartou, lá nos encontramos.

 

 

Para terem uma ideia da carga de água que apanhei durante a maior parte da viagem, aqui vai... saliento que estamos no final de Julho (aka Verão).

 

 

 

 Chegamos ao hotel, tudo estava muito limpinho e pipi.

 

 

 

 

 

Adoro o facto de aqui todos os hoteis/bed&breakfast terem uma cafeteira, café e chá à borliu nos quartos.

 

 

Foi só deixar as malas e correr para o Tesco mais próximo, que a fome era muita! Lá se comprou umas bolachinhas, umas bolas de pão, chourição, etc... fizemos um piquenique no quarto.

 

 

 

A vista do quarto, ficámos no 5º andar.

 

 

 

 

 

O hotel não podia estar melhor localizado, pois dali a Windsor é um pulinho... o que deu jeito para a malta que estava sempre de lá para cá, a preparar o evento. O hotel fica em Slough, onde pelo sim pelo não, deve-se conduzir com as portas do carro trancadas. Fiquei surpreendida com o tamanho da comunidade indiana e muçulmana de lá... e ainda comprei duas latas de feijão branco da compal no supermercado/café Português no centro. "Pró Tuga", achei piada ao nome... e tinham caracóis congelados num balde, lindo!

 

Como não convém passar por turista, não tirei muitas fotos...

 

 

 

No lado esquerdo da foto, vê-se o Tesco de Slough, que é o maior supermercado da Europa... o maior Tesco do mundo!!!! wow!

 

No Sábado o dia esteve bom (pelo menos não choveu à tarde) e fomos passear a Windsor... foi a primeira vez que lá fui como deve de ser, das outras vezes só fui de passagem.

 

A Royal Windsor Wheel no Alexandra Gardens, de noite é linda!

 

 

 

 

 

Heathrow é logo ali ao lado... e decididamente, eu tenho uma pancada muito grande por aviões e não me canso de olhar para eles quando voam por cima da minha tola. Nem sei como não fiquei com um torcicolo de tanto olhar para o céu.

 

A caminho do castelo, vimos um pouco de um jogo de Bowls... a versão Inglesa de Petanca.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu bem esperei que este caramelo de bicleta a falar ao telemóvel saísse dali... a estátua é da Rainha Victoria (acho).

 

Resmas e resmas de turistas... montes de Italianos e Japoneses como sempre.

 

 

 

Tivemos azar e já não chegamos a horas de apanhar o castelo aberto... fica para a próxima.

 

 

Lá andava um homenzito a vender gelados...

 

 

Eis uma daquelas excepções... visto a polícia de cá não andar armada.

 

 

 

 

 

 

Não vi lá nenhum destes:

 

 

E em terras da Rainha, quem reina é a lei seca!

 

 

Almoçamos/lanchamos no jardim. Eu comi uma jacket potato com atum, milho e maionese (estava bem boa!!); a mãe como é uma esquisita (este país não é nada meigo para quem não gosta de lacticínios, maioneses e afins), comeu uma baguete de frango com salada sem manteiga.

 

 

 

O cházinho da praxe para ajudar a coisa a ir abaixo. Adorei o bule!!

 

 

 

 

A "locomotiva real" XD:

 

 

 

A locomotiva da malta reles (lol):

 

 

 

Tou xim??

 

 

Do outro lado do rio via-se a feira, mas como o tempo não era muito não demos lá um pulinho.

 

 

 

 

Por isso ficamos a alimentar os gansos.

 

 

Windsor é giro e gostaria de lá voltar com mais tempo.

 

Este post está a ficar demasiado longo, e já me descuidei com as horas... Amanhã logo ponho aqui as fotos do pólo.

 

Peço novamente desculpa pelos erros, mas isto não corrigiu ponta de um corno!

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031