Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Toad in the hole

Sexta-feira, 14.05.10

Hoje foi a primeira vez que senti 'fome' em cinco dias... o que eu chamo progresso. Depois de ter comido outra tigeja de sopa de galinha (com noodles desta vez), o corpo parece que desligou completamente e passei uma data de horas a dormir!

Não é que eu não goste de dormir... mas estou a 3 dias de um exame e ainda mal consegui estudar. O tempo é escasso e sinto-me extremamente culpada por não estar agarrada à papelada 24/7, mas sinceramente não tenho mesmo cabeça para estudar!

 

Para comemorar a importância do evento que foi eu ter fome, deixo-vos aqui com uma das maravilhas gastronómicas Inglesas.
(Loira, não te queixes mais... at last um post com comida!)

 

Toad in the hole

 

Sim, sapo no buraco. Não, a receita não tem sapos!

 

Cruzei-me pela primeira vez com tal coisa no supermercado, onde se vende doses individuais congeladas, prontas a comer ao fim de cinco minutos de borbardeamento por radiações. Nunca comprei... até que um dia a Maria (ainda nos tempos da barraca) deu-lhe apetites e fez a versão caseira.

 

Há uns mesitos atrás o episódio repetiu-se, e foi assim que ficou:

 

 

Não tem lá grande aspecto... mas não é nada mau.

Já entendem o nome da receita? As salsichas a 'espreitarem' pela massa assemelham-se a 'sapos no buraco'. Só mesmo esta gente para fazer comparações destas.

 

 

Basicamente põe-se as salsichas frescas no forno numa forma com profundidade, faz-se massa para yorkshire pudding (leite, farinha, ovo sal e pimenta). Quando as salsichas ganharem cor (assim para o cozidinho) e libertarem rios gordura, tira-se do forno, retira-se o excesso de gordura e deita-se o liquido da massa para cima das salsichas. Se as salsichas não deitarem gordura suficiente (rarissimo), por óleo na forma senão a massa pega e não fica estaladiça à volta.

Voltar a por a forma no forno durante mais 15-30 minutos (depende, é a olho! cuidado para não queimar a massa!).... e pronto, está feito.

 

Serve-se com uma boa dose de legumes (cenouras, bróculos, milho, couve flor, etc) e onion gravy  [cá em casa corta-se umas cebolas em rodelas e depois de aloirar no tacho e depois deita-se  a gravy (ahh! Bisto original é a que mais gostamos)].

 

Para quem quiser experimentar, há receitas na net. Isto cá nesta casa vai quase tudo a olhómetro.

 

 

... e só para verem o quão grogue estou, este post não me deixou nem um bocadinho com fome!

 

 

A ver se amanhã enfio mais do que torradas e sopa cá para baixo. Aceitam-se sugestões (excepto canja sff!).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 01:17


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2010

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031