Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


De volta ao bom tempo!

Terça-feira, 03.05.11

Inédito, inimaginável e irritante!!! É assim que classifico o tempo nas últimas duas semanas.

 

Sinceramente, sair da bifolândia onde o sol brilha...

 

 

Passeia-se...

 

 

 

 

E só apetece é comer geladinhos!

 

 

 

 

Para isto....

 

 

 

 

 

 

 

 

Sinceramente! Mas que tempo de merda!!!

 

Foram poucos os dias que passei na terrinha, e embora não tenha feito 1/4 do que eu queria fazer, foi bom! Ver os pais, a avó, os tios, os amigos... pena não ter podido ficar mais tempo :(

 

Mas ainda apanhei um dia solarengo, onde a coisa ainda aqueceu um pouco...

 

 


E sinceramente, quem liga ao tempo quando temos coisas destas no prato?

 

 

Carapaus, cavalinhas e entrecosto/entremeada.

 

 

Corvina no forno com batatas.

 

 

Picanha com pirão, batata frita e salada.

 

 

 

Grão com arroz acompanhado por um copaço de tinto com 7UP.

 

 

Podia ter ficado aí mais um mês... um ano! Mas o que tem de ser tem muita força, e já estou de volta à vidinha de cá e ao bom tempo (nunca pensei que um dia pudesse dizer isto!)

 

 

 

E como bons tugas que somos... no avião lanchamos coisas típicas!

 

 

Torresmos e pastéis de nata! Admirem só aqui a engenhoca para os pastéis não ficarem esmagados.

 

 

 

 

Ui ca bom!!!

 

 

 

Em último lugar, quero agradecer ao Guilherme e à Catarina por darem o nó na Sexta-Feira passada, pois graças a eles e à Páscoa consegui esticar cinco dias de férias a uma dúzia!

 

Como é óbvio não consegui assistir à coisa ao vivo, mas se quisesse podia!

 

 

 

 

Aparentemente eles vão no bom caminho para uma relação duradoura!

 

 

 

Que a próxima visita à terrinha seja mais longa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viagem ao passado...

Domingo, 09.05.10

Encontrei uma caixa da qual me tinha esquecido completamente... Lembro-me de a ter enchido à pressa, pois na altura tinha poucos dias para mudar do dormitório para a barraca (aka casa velha).

Para debaixo da cama foi... e só foi mexida quando mais uma vez, tive de fazer uma mudança relâmpago da barraca para o palacete. Foi colocada novamente debaixo da cama... e por lá tem ficado, até que... *SHOCK* deu-me numa de limpezas (nota: tenho exames daqui a 8 dias, e a procrastinação dá-me para isto... limpar, cozinhar, fazer, bolos, you name it!)... e ohhhhh NOSTALGIA!

 

Juntamente a umas quantas fotografias, estavam dois discos rigidos... um do meu portatil que faleceu algures em 2007 e outro do meu último desktop que data 2005 ou 2006. Grata pelos adaptadores USB que comprei na FNAC na altura em que vim para cá, lá fui vasculhar que tesouros do passado tinham eles guardado.

 

Não vou por aqui tudo de uma só vez, que o que é demais enjoa... vou pondo aos poucos.

Aqui ficam algumas fotos de quando eu estava a estudar enfermagem em Silves, e também das bestas de 2005! (Já tinha algumas no Flickr).

 

 

A piscina.

 

 

 

Sapatos malvados!

 

 

CSI Cama-da-Vaca!

 

 

Filha!!! Tenho tantas saudadinhas tuas x

 

 

As drogas.

 

 

Luvas do tamanho do mundo... ou... mãos demasiado pequenas.

 

 

 

As bestinhas estavam com calor...

 

 

Então foram-se refrescar à fonte!

 

 

Campeonato de 5 metros crawl.

 

 

 

A bestalhada de transito, com um carrinho de compras do tunning, onde transportavam a mascote porca Matilde.

 

 

 

 

 

Tão cute!!!!

 

 

 

A ilustre latada... que cagaçal infernal! lol

 

 

 

 

 

 

 

Eu e o Raminhos.

 

 

O trio de Lagos.

 

 

Embora tenha sido só há cinco anos atrás... esta etapa da minha vida parece tão longínqua. Talvez por a minha vida ter dado uma volta brutal no ano seguinte... não sei.
Olhando para trás, tenho mais más memórias do meu tempo de universidade em Portugal do que boas... mas penso que seja devido ao tipo de vida que levava na altura. Universidade o dia inteiro, entrar nos bombeiros às 20h. Sair do trabalho às 8h ir apanhar as colegas, estar na universidade às 9h, fim do dia de volta aos bombeiros... quase que não ia a casa (a minha mãe ia-me levar roupa e jantar ao quartel), o tempo livre era usado para dormir e mais nada, quando ia a casa de amigos assim que me sentava crashava... (e ainda hoje tenho fama de só dormir, lol - totalmente falso... e devo ter sido a única pessoa que se deixou dormir durante o Último Samurai e o 28 days later).

Passei mais de ano e meio a dormir uma media de 3 horas por noite e embora tenha tido problemas com uma cadeira, a minha média era boazita. Não faço ideia como aguentei aquela vida tanto tempo... se fosse hoje duvido que aguentasse. Daqui a uns anos tenho a certeza que direi o mesmo do tipo de vida que levo agora lol.

 

Sei que às vezes dou por mim a pensar como teria sido se tivesse acabado enfermagem... mas como a Maria diz, as coisas acontecem por alguma razão, e não vale a pena chorar por leite derramado (é assim o provérbio, né?).

 

E por hoje já chega! Amanhã estou de volta à papelada que isto já chega de tanta procrastinação!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

De volta ao frio

Segunda-feira, 11.01.10

Eis o primeiro post de 2010.

 

 Já estou de volta à vidinha. A neve ainda não derreteu e está um grande briol. 

 

Como isto tem estado paradinho, há que por a conversa em dia... tenho que admitir que desta vez não fiz boi em Portugal, e embora tenha sabido bem, não consegui apreciar tanto quanto queria pois a minha consciência de 10 em 10 minutos lembrava-me... vai-te agarrar à papelada.
Sinceramente nem sei porque vou carregada com aquilo, pois nunca toco em nada... mas sinto-me tão culpada, e agora estou a entrar em pânico, pois as deadlines aproximam-se e nada está começado! Ai ai ai.

 

Como não fiz boi, e o que mais fiz foi comer (ganhei quatro quilos malvados... quatro quilos estes que me tinham demorado 2 meses a perder, é tão frustrante!) não há muito para contar e mal peguei na camera.

No entanto ainda tenho material suficiente para fazer um daqueles posts longos e aborrecidos que nunca mais acabam.

Como vai sendo costume, vou juntar tudo e isto vai ficar uma grande salganhada... foram avisados.

 

Começo com um belo de um sargo assado que marchei logo numa das primeiras noites que cheguei. Há muito tempo que não comia peixe apanhado pelo meu pai, e embora não tenha sido assado na brasa, não foi por isso que a coisa não ficou menos saborosa.

 

 

 

 

Tive direito a uma batata-doce ginorme! Gosto tanto de batata doce com azeite e vinagre! O que eles aqui chamam batata-doce, embora se assemelhe por fora, é laranja por dentro e de doce tem pouco. Eu acho que a nossa batata-doce é o que eles chamam de yam... mas eu bem ando à caça nos supermercados, a única vez que vi custavam os olhos da cara... e não deu para levar.

 

Olhem-me só o galheteiro todo xpto, que anda lá por casa:

 

 

 

O Natal foi muito calmo e pacato, e ao contrário da maioria dos anos, não foi passado a trabalhar. Como a família não é muito grande e está espalhada por todo o lado, éramos só três, eu a mãe e o pai. Para ser sincera, acho que não me lembro de um Natal onde estivéssemos os três a cozinhar na mesma cozinha.

 

Trabalho em equipa:
A mãe trata das batatas-doces, o pai da cebola para o bacalhau com natas e saltea as batatas com cogumelos, cebolinhas e cenouras.

Eu trato das fotografias!

 

 

 

 

"Santa's not so little helper"

 

 

Assou-se também um lombinho de porco.

 

 

Fartei-me de mexer o bechamel pró bacalhau.

 

 

 

Entretanto começou a tratar-se dos camarões para entrada.

 

 

Eles na marinada, já depois de descascados:

 

 

Como a malta está habituada a cozinhar quantidades industriais (ossos do ofício)... não havia tacho/tabuleiro onde desse para misturar o bacalhau... então teve que ser no alguidar.

 

 

 

Txé Bruteza!

 

 

... lá se foi a colher de pau de plástico. (A ver quantos comentários é que recebo a dizer que sou parecida com o meu pai).

 

 

A situação até foi bastante cómica.

 

 

Prontinho a ir para o forno... obviamente não coube tudo num só tabuleiro. 

 

Antes:

 

 

 

Depois:

 

 

Depois do depois:

 

 

Entretanto o porco ficou pronto para dar lugar ao bacalhau.

 

 

A mesa:

 

 

 

O trabalho dá nisto... e porque não? Se tenho de por mesas pipis para os outros, porque não por p'rá gente também?

 

 

A centre piece:

 

:

 

A fonte comprada na Casa há uma data de anos:

 

 

E um novo acrescento à sala, vindo directamente da loja do Chinês

 

 

(mais respeitinho com o hipo do pai, que sobreviveu durante a minha infância!)

 

A árvore de Natal:

 

 

A doçaria:

 

 

Pastéis de batata-doce, vindos directamente da loja pois a avó já não faz disto)...

 

 

 

Bolo Rainha, ou raio que aquilo era... segundo os meus pais não valeu um cêntimo. Aprenderam a lição, para a próxima compram o do Aldi ou o do LIDL e poupam uma data de dinheiro!

 

E um folhadito de café que estava bem bom.

 

 

Ainda houve direito a um pratinho com fruta todo pipi:

 

 

 

O Bacalhau estava quase pronto, era hora de começar a tratar dos camarões.

 

 

 

Aqueles anos na escola de hotelaria e turismo só lhe fizeram bem!!! Ó só para isto!

 

 

 

Hmmmm.....

 

 

Quero salientar que fiquei extremamente impressionada com a nova garrafa "ereccionadora" do azeite Oliveira da Serra:

 

 

 

Tudo a postos!

 

 

A bebida natalícia para mim foi vinho tinto do LIDL com 7up.

 

 

Txin, txin!

 

 

E infelizmente a bateria da máquina começou a morrer, e como estava mais interessada em comer do que a tirar fotos... já só consegui sacar estas duas:

 

 

Uma toda queimada do bacalhau.

 

 

Esta foi uma das prendas que estava debaixo da árvore.

 

E o Natal foi assim no 3º b de burro.

 

A passagem de ano foi passada em casa, com direito a uma voltinha de carro e depois cama e Transformers 2... por isso não há fotos da diversão.

 

No próximo post ponho aqui fotos de como a Inglaterra me deu as boas-vindas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A trabalheira que é o Natal

Quarta-feira, 23.12.09

Está decidido... o Natal é uma trabalheira. Ou é isso ou este ano não estou mesmo com espírito Natalício nenhum... e o pouco que tinha ficou no chão do aeroporto onde acampei por mais horas do que aquelas que queria.

 

Irra que desta vez foi difícil chegar a Portugal... e por momentos vi a minha a andar para trás e já estava a ver que não comia bacalhau pelo Natal. Felizmente, após muito stress, uma vontade brutal de dar uma joelhada nos tomates do Stelios, consegui arranjar uma solução e cá estou eu na terrinha.

 

Não vou relatar todas as peripécias que me aconteceram pois agora que cá estou, já deixei de ver vermelho e estou mais calma, mas faço um apanhado. Já agora, peço desculpa a quem me segue no facebook ou no twitter pela quantidade de updates que fiz na altura.

 

Enfim... 

 

A noite até não começou mal, era uma da manhã e o Sebastian e a Wen estavam à minha porta para me dar boleia. O Sebastian (que é cunhado da Wen) ía-nos levar até ao aeroporto, por coincidência o meu check-in era às 4 da manhã em Gatwick, e o da Wen era às 5 em Heathrow. Como passaram o dia a avisar que ia cair um nevão à noite, decidimos abalar com tempo nas calmas... e ainda bem que o fizemos.

 

Em menos de uma hora de viagem, começa a nevar de levinho... bonito, né? Pois, ao fim de 10 minutos a nevinha virou blizzard... que nem os camiões de sal/grit davam conta do recado. 

 

 

 

 

 

O Sebas coitado ia 'cagando tijolos' mas chegou-se bem e a tempo.

 

 

 

 

 

Comparado com o Canadá, esta nevezita não é nada... mas para estes lados da Inglaterra, esta malta entra em pânico. Como a quantidade esperada de neve por ano não justifica as autoridades locais abastecerem-se com sal ou o tal grit manhoso, só as auto-estradas (e mesmo assim só uma faixa ou duas) é que têm direito a serem borrifadas... e depois é o que se vê nas notícias.

 

Lá cheguei ao aeroporto, fiz o check-in num instante, pois muita gente provavelmente ficou presa na estrada e a fila estava pequena. 

Assim que passei para o lado de lá, após revistarem-me e as coisas do costume, deu logo para ver que ia ser um dia longo... quatro voos já tinham sido cancelados e aquela pista estava demasiado branca para o meu gosto.

 

 

E a neve não parava de cair, e o vento também não acalmava.

 

Eram 4:30 e lá marchou um bacon roll e um cappuccino.

 

 

Como ainda não tinha dormido nada e depois de comer é normal dar-me soninho. Espojei-me na alcatifa, mesmo em frente a um dos monitores de informações. A gate só abria às 5:55, por isso lá fechei os olhitos....

Era 6:15, a gate passou só a abrir às 7:20... 

Era 7:20, e lá fora estava assim... entretanto mais voos estavam a ser cancelados.

 

 

Nada promissor... depois das 7:20, o painel deixou de dizer horas e para esperar...

Faltavam poucos minutos para as oito e todos os voos da easyjet previstos para antes das 11 horas cancelados... uma rajada de 23 voos, para UMA pessoa no balcão de informações.

 

E o stress começou... e a zona foi reforçada com seguranças, e acredito que uma das razões foi pela crew que ia para o Funchal lol. 

Eu por uma certa altura até tive pena do homem da easyjet, pois não era culpa dele estar ali sozinho e não dar despacho a ninguém. A culpa foi da companhia que prefere pagar reembolsos a gastar mais dinheiro por um novo slot.

 

O que mais irritou ainda foi que para tentar arranjar lugar no voo seguinte, teve que ser tudo pela internet... nem número de telefone, nem balcão de atendimento... nada.

 

Lá liguei à Maria para me socorrer... e foi impressionante, todos os voos de Gatwick para Faro ficaram cheios em coisa de 10 minutos. Era a Maria a reservar o voo, e a página a actualizar a dizer que já não havia voos disponíveis. Após 5 companhias aéreas diferentes, a esperança estava a morrer... e Portugal parecia cada vez mais longe. A solução seria esperar até dia 23... mas eu não me conformei! Lá fiz a Maria dar ao dedo novamente até que apareceu um voo de Stansted pela Ryanair para as sete da manhã do dia a seguir, só com 15 lugares vagos e um preço exorbitante. Por esta altura estava por tudo, e assim que este apareceu foi reservar imediatamente! 

 

A Maria salvou-me o coiro... e senão fosse ela ter servido de PA eu estava bem lixadinha.

 

O maior obstáculo foi ultrapassado... agora só era preciso arranjar maneira de ir para Stansted. Arranjei um bilhete de autocarro e após uma espera de uma hora ao frio à neve (sim, porque o autocarro abalava assim que enchesse... e a quantidade de pessoas naquela fila enchia pelo menos uns cinco expressos da Renex!!!), lá consegui um lugar no autocarro.

 

 

 

 

 

(Heathrow)

 

 

 

A trajectória foi: Gatwick, Heathrow Terminal 5, Heathrow Central, Stansted. A viagem só demorou 4 horas....

 

Cheguei a Stansted, com planos de acampar algures no aeroporto... pois, mas bancos que é deles? Até mal havia lugar no chão para espojar-me... mesmo assim ainda resisti algum tempo, mas a dor de cabeça que tinha começou a chatear-me seriamente, e os meus pés gelados e o rabiosque criogenizado mandavam mensagens à minha mente...

 

...vai procurar um quarto num B&B

 

...vai procurar um quarto num B&B

...VAI PROCURAR UM QUARTO PORRA!!!
 
E prontos, lá fui eu ver o que se arranjava... e HOLY SHIT.
Esquece o B&B... tudo estava cheio, os hoteis mais baratos estavam sem quartos disponiveis, e o mais barato era o Hilton >_>
Digamos que foi bastante doloroso entregar o cartão para pagar £80 por uma noite, e que estava a rezando para que ainda tivesse dinheiro na conta. O alívio quando o recibo sai da maquineta... ui, sensação boa. 
 
Só depois é que me apercebi que não comia há cerca de 12 horas... e que não dormia nada de jeito há 31 horas (sim, que as sestas no aeroporto aquilo é olho no burro, no cigano e na mala!!!)
O pensamento de estar a uma viagem de shuttle até uma cama a sério deu-me forças para ir ao Burger King e compar um Whopper para levar para o quarto.
 
Demorei 24 anos para ficar hospedada num Hilton... sou uma priveligiada! Mas para ser sincera eu contentava-me com um divã por cima de um restaurante indiano.
E por mais limpinho que o quarto estivesse... por aquele preço estava à espera de algo muito mais luxuoso, lol.
 
 
 
 
Hmmm, nada como água del cano!
 
 
A vista do quarto:
 
 
As minhas companheiras de viagem desde 2003:
 
 

 

Hmmm... chuveirada, caminha lavada e:

 

 

PAPAROCA!

 

Falando em paparoca, apresento aqui a baguette mais cara que me entrou na boca...

 

 
Dava para ter comido um belo bife estivesse eu noutra tasca.
 
Depois do jantar, dormi... ou tentei, pois de 10 em 10 minutos acordava. O que foi estúpido pois estava cansada, mas a minha cabeça não parava e eu estava preocupada. 
 
As horas demoraram a passar... mas eram quatro da manhã e já estava com as malas prontas para voltar para a guerra. No entranto, aproveitei e tomei o pequeno-almoço cortesia do hotel.
 
 
Um café com leite, e um biscoitinho... nem pensar que ia pagar £14 pelo pequeno-almoço.
 
Foi a primeira vez que vi um tabuleiro com cafeteira... não está mal pensado.
 
 
Só fazia figas para este voo não ser cancelado... porque o tempo parecia estar na mesma.
 
 
Uma árvore de Natal toda pipi, mas que não ficou nada de jeito na foto.
 
 
Quando cheguei ao aeroporto, era o caos no check-in... saliento que aquilo era praticamente fila única... >_>
 
 
Conheci a Sara de Tavira, que tal como eu está para lá desterrada, e fizemos companhia uma à outra durante esta espera infinita e durante o voo.
 
O avião levantou bastante atrasado mas não houve crise... tudo menos ser cancelado!!!
 
E foi assim... ao fim de 36 horas cheguei, estafada... mas de boa saúde!
 
E ainda bem que não comprei prendas para o Natal para ninguém (não tive tempo... mas pode ter sido um sinal (?))... pois nessas 36 horas queimei quase um ordenado!!!
 
 
Caso não poste aqui mais nada é favor passarem um Bom Natal!
 
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Damn... no meio desta bruteza toda existe uma gaija!

Sábado, 19.09.09

Pois... bem lá mesmo escondida no fundo.

 

Hoje fiz algo inédito, nunca dantes visto... e semi-auto-surpreendente! (Qual acordo ortográfico, qual quê? Hífens existem são p'ra ser usados!)

 

Passei o dia a passear e a entrar em lojas de roupa. Note-se... detesto comprar roupa! Não só porque estou gorda e não gosto de me ver com nada, como também acho um desperdicio de dinheiro gastar dinheiro em trapinhos... tenho tanta melhor coisa em que gastar diheiro.

 

Mas o meu guarda-roupa (especialmente desde que o 3º michelin surgiu aqui no abdomen) está er... reformulando, qual guarda-roupa? Devo ter uns três pares de calças do chinês (o único sítio onde encontro calças que me sirvam com cintura subidinha), e meia dúzia de blusas rançosas... que não me favorecem nada nem reflectem um pouco da individualidade da minha pessoa! (Gosh, mas que raio é que se passa comigo hoje... passei o dia todo na badalhoquice e agora às tantas da manhã estou toda filosófica!)

 

Enfim... continuando, entrei em mais lojas de roupa hoje do que entrei nos passados dois anos. Também gastei uns trocos e coiso e tal... nada do outro mundo, mas há anos que não gastava tanto dinheiro em roupa num dia só. Um vestidinho, duas blusitas, um acessóriozito... nada de por aí além. Mas para quem é unha de fome para compras do género foi uma conquista! Mas a maior conquista delas todas foi que... não achei o processo assim tão doloroso. Não vou ao extremo de dizer que me diverti enquanto revistava as cruzetas, mas posso dizer que acho que foi a vez nas minhas quase duas décadas e meio de vida que menos me custou ir comprar roupa... estava com disposição para a coisa.

 

Ainda passei um bocadinho na FNAC, a folhear livros... estava com apetites de comprar um livrito, mas os preços tiraram-me qualquer vontade! Ainda estou à espera em que um livro em Portugal não seja considerado um luxo e artigo de enfeitar mobilia...

Livros são para ser lidos, usados...
 

Lá na bifolândia os livros custam o preço da chuva... toda a minha gente lê! Livros usados a preços ridiculos (tipo 20p cada)... e não há nada de finúrias. Livro é p'rá guerra!

(Okay, estou a generalizar... há livros que não atreveria a levar comigo na mala e ler fora de casa, e que estou disposta a gastar pipas de massa, mas esses são muito poucos e conto-os com os dedos da mão).

Gosto de comprar livros usados não só pelo preço, por vezes dou por mim a pensar na quantidade de pessoas que já leu as mesmas páginas que eu... as vezes que o levou à retrete, a quantidade de E. coli que lá está.. cheiros estranhos, manchas desconhecidas. Depois quando acabo os livros, dou às lojas de caridade para serem revendidos a preços estúpidos... e o ciclo continua, e lá vai outra pessoa lê-lo.

Um dia ponho lá um tracker ou um raio do género... seria giro, ver por quantas mãos o livro passaria.

 

Bem, já mudei completamente a minha linha de raciocínio... esqueci-me completamente do que queria dizer, mas nada tinha a ver com livros. Logo me lembro...

 

Aqui ficam as fotos do meu jantarinho hoje:

 

 

Um bife à balcão na Portugália do Almada Fórum... estava bem bom.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já tinha saudades da capital!

Sexta-feira, 18.09.09

Eu sei, eu sei... isto tem estado morto. A ver se isto arrebita daqui para a frente!

 

Estou em bandas de Lisboa, há já muito tempo que não punha cá os pés... e admito, já tinha saudades.
Vim sozinha de pópó e passei pela primeira vez o túnel do Marquês! Só de pensar que aquilo já foi inaugurado em Abril de 2007, dá para dar uma ideia do tempo a que não punha aqui o cú.

 

Há uns tempos, em conversas com a afilhada, ficou combinado uma ida ao Aya de Carnaxide para 'sushar' (como o afilhado disse). E foi mesmo hoje! Assim que saíram do trabalho lá fomos nós todos... só de pensar no jantar já espumava da boca.

 

Como isto não se faz todos os dias (meses... anos!), foi mesmo para a desgraça... e embora as fotos não façam justiça ao espectáculo de cor (e sabor) da coisa. Ficam com uma ideia.

 

 

A entrada, hoje era polvo!

 

 

 

 

 

Qual barca, isto era um cruzeiro! Nem sabia por onde começar... mas deu-se conta daquilo tudo, e não sobrou NADA.

 

Eles bem me diziam que ia gostar... e posso dizer que embora lá o meu Nippon Inn seja porreirito, a sushada de hoje pôs a fasquia muito alta!

 

Peixe fresquíssimo que derrete na boca... os manhos lá a gritar boa noite e obrigada, a decoração do restaurante, as toalhas de turco para limpar as mãos na casa de banho (tal como no meu trabalho), as salas privadas que vistas de fora parecem casinhas. Só vendo mesmo.

 

Enfim, tenho peixe crú até às orelhas... ainda estou a digeri-lo.
Tenho uma enxaqueca que por mais drogas que tome não há maneira de passar... até de máscara fria já andei.

 

Amanhã lá vou para Lisboa (estou em Almada agora) a ver se consigo recuperar o cartão multibanco que a máquina me comeu hoje na Fontes Pereira de Melo, dar umas voltinhas e coiso e tal.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terras Lusas

Quinta-feira, 27.08.09

Não chamo a isto férias, férias, férias, férias... mas é o mais parecido que se pode arranjar!

 

Estou nos Algarves... e ficarei por estas bandas até quase fim de Setembro.

Tenho de carregar o telemóvel para ficar contactável que isto assim não dá.

 

Estou cheia de calor, já não estou habituada a isto!

 

Esqueci-me do cabo USB da camera e estou fula da vida comigo mesma... tenho que ir caçar um card reader ou coisa do género para poder pôr aqui umas pelingrafias. Com sorte é desta que ponho os posts em dia... visto ter umas coisitas para pôr aqui em atraso.

 

Apesar do calor sabe bem estar de volta... a semana em Julho não deu para absolutamente nada!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Portuguesices ainda...

Segunda-feira, 27.07.09

Chiça, que isto é que tem sido!

 

Mal cheguei cá e já ando no laréu... no entanto ainda tenho umas coisitas da semana passada que quero postar, e só depois disso é que posso pôr aqui o que fiz o passado fim-de-semana (que foi um daqueles que só acontecem uma vez na vida!)

 

Por isso aqui vai em modos de despachanço...

 

Nos 7 dias que estive em Lagos... nem uma hora aguentei na praia. (Depois queixo-me que estou lula nas pernas!)

Estava muito calor, ondas, vento, era Domingo e a praia estava apinhada de gente (o que detesto). A mãe (visto mais ninguém querer ir à praia comigo!!!) e eu decidimos que mais valia espojar na varanda do que ficar ali a torrar a mioleira.

 

Já não estou habituada a estes calores.

 

 

(Velhos hábitos :P )

 

 

 

 

 

E ainda anda o homem a vender as 'bolinhas, quentinhas' na praia... mas com o calor que estava só mesmo 'olhó Olá fresquinho!!!' (que é feito do homem dos gelados??)

 

 

 

Esta gente não sabe construir mais nada senão retail centres/parks whatever! Como Portimão não tinha já coisos desses suficientes. A Worten deste é enorme, e tem um mini-preço... coisa rara nos Algarves.

 

 

 

Estão a dar cabo da minha escola primária!!!! NÃOOOOOO!!!! :(

Ficam memórias de fazer xixi para o buraco no chão e beber do bebedouro com umas 7 torneiras tudo em fila... saudades dos tempos em que se brincava ao X-Men no quintal, encontrando a esporádica seringa no meio dos arbustos!

Ahhh.... nostalgia! Os únicos anos em que fui para a escola com gosto...

 

 

 

 

Foi preciso crescer e sair de Lagos para finalmente construírem um complexo desportivo.

 

 

Aviso, para a próxima trazer óculos de sol pois estes prédios novos têm cá umas cores berrantes... a ver se o próximo pintam azul bébé com varandas rosa choque!

 

 

Eis o novo mamarracho, er... perdão, o novo edifício da Câmara Municipal de Lagos. Honestamente, parecia mil vezes pior no desenho. Gosto da aguinha e dos repuxos coiso e tal... mas continuo a preferir a traseira do edifício.

 

 

É ou não é mais bonito visto de trás???

E como Lagos não tinha rotundas suficientes, ora aqui está mais uma para adicionar à lista. Posso dizer no entanto, que esta é das minhas favoritas... simplesmente porque tem lá a chaminé da antiga CAFI da cortiça, com o ninho da cegonha em cima (deve ter dado uma trabalheira mudá-la de sítio!)

Vamos ver se os meninos da escola se portam bem e não atravessam a estrada à maluca... de qualquer forma ninguém usava a passagem aérea!

 

 

A casita onde a minha avó viveu uma carrada de anos... onde muitas vezes eu ficava enquanto os meus pais trabalhavam. Admira-me ainda ninguém ter roubado o tanque... muita roupa aquele tanque lavou.

 

E acho que de Portuguesices é tudo... no próximo post estou de volta às Inglesices do habitual.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 19:30

Voltas...

Terça-feira, 21.07.09

No outro dia fui dar uma volta à Guia com a mãe que  eu precisava de uns sapatos (lá nas outras bandas não consigo encontrar sapatos pipis visto ter a pata pequena), mas como não gostei de nada e os preços estavam abusivos... caguei naquilo.

 

A mãe como gosta de se entreter quando vai a pendura lá levou a marmita:

 

 

Lá se foi comendo tremoços pelo caminho.

 

Como Albufeira fica logo ao lado, decidimos ir fazer uma visita à minha tia e depois corremos as lojas dos chineses lá da zona... 

Detesto quando me vêm chatear a cabeça com o 'ai, eu não compro nada no chinês!' Epá... não compram porque são parvos. Qual é a lógica de gastar 20 euros por uma blusa, quando se pode comprar por 5? E sandálias a 44, quando se pode comprar a 10?
Eu não entendo nada destas coisas de moda e não sei quê, e sim, há coisas nos chineses que eu nunca compraria/vestiria... mas o mesmo se passa com lojas de marca!

Eu pouco ando com roupa 'normal'... maior parte dos dias ando com a farda e roupa de andar por casa. Penso que em tempos de crise como estes, não tem lógica gastar rios de dinheiro em roupa.

 

Ah, e é de louvar as calças dos chineses, que para além baratas são das poucas que me servem e têm cintura 'alta'... detesto andar com as calças a mostrar o rego do cú.

 

Ah2... sinto-me obesa mórbida neste país, detesto não haver número não-anoréxicos nas lojas.

 

(Prontos, já fiz as queixinhas todas!)

 

Albufeira tal como Lagos, embora tenha turistas, não achei que estivesse apinhada. Estava uma brasa e um vento quente brutal... só me lembrei de tirar fotos quando estava a voltar, por isso, aqui está o edifício da câmara municipal... que por acaso é muito giro (e muito p'rá frentex para a altura em que foi construído!)

 

 

 

O Lucas, o cão mais parvo à face da terra e é um gingão-ambulante... mas é um querido. Pena não ter tirado fotos ao resto da bicheza da tia, as porquitas-da-Índia dela são muito fofinhas.

 

 

 

A ver se em Setembro passamos mais tempo juntas que é sempre a mesma coisa... só visitas de doutor!

 

Amanhã vou-me embora.. e ainda tenho tanta coisa que queria 'postar' >_>

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Passa num instante...

Segunda-feira, 20.07.09

É um facto... uma semana não dá para fazer nada! O tempo passa a correr e não há tempo para fazer 1/3 do que queria fazer.

 

Felizmente em Setembro há mais, e aí vou poder ver toda a gente e comer o resto da comida que eu tenho saudades!

 

No post anterior esqueci-me de mencionar as saudades que eu tinha da maravilhosa programação das manhãs na TV... e das notícias, onde ainda se continua a dar demasiada importância ao futebol. Felizmente há cabo, e fox e zone reality e essas coisas todas...

 

Agora a sério, eu gosto mais dos noticiários daqui do que os de lá... simplesmente porque são mais internacionais e passam bastante 'coscuvilhice' comparados com os de lá. Também têm mais sentido de humor... se é que isso é possível no meio de tanta desgraça. Não consigo explicar, só sei que as notícias de lá são aborrecidas, demasiado sérias, demasiado nacionais... deve ser porque aquilo está rodeado por mar, só pode!!

 

Outra coisa que me está a complicar o sistema é ser obrigada a andar com isto atrás cada vez que pego no carro:

 

 

Enquanto que lá só preciso disto:

 

 

Pois... lá não preciso andar com documentos atrás, não preciso de absolutamente nada! Na eventualidade de ser parada pela polícia, tenho 24 (ou serão 48??) horas para apresentar a papelada na esquadra... o que é uma maravilha! Detesto andar com muita tralha atrás...

 

AH! Encontrei alhos podres em casa... o que comprova a minha teoria que esta gente não cozinha quando não estou cá!

 

Embora não tenha tido tempo de ver a malta toda, consegui ver parte da malta dos bombeiros, alguns parentes, amigos e 'sobrinhos'... especial atenção para a nova adição à família, responsabilidade da comadre (Isa... acho-a parecida com a irmã, mas não consigo distinguir se é mais parecida à mamã ou ao papá!)

 

Tenho pena de não conseguir estar com o pessoal todo desta vez... e ah!!! deparei-me com um problema gravíssimo. O meu telemóvel morreu... e perdi tantos, mas tantos contactos!! Que já quis dar uma palavrita ou outra e não sei como lhes dar sinal de vida. Entretanto fiquei sem saldo e agora então só ando a kolmis!

 

Agora vou dar uma volta ao novo retail em Portimão (desde que me fui embora já fizeram dois!! É que não se vê mais nada... para não falar da quantidade absurda de lojas dos chineses, o que é menos mau que é o único sítio onde encontro calças com cintura subida). 

Preciso de um router... com sorte encontro um Belkin.

 

Logo rabisco mais quando voltar, isto se não derreter com os +32ºC lá fora...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 18:48





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031