Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


De volta ao bom tempo!

Terça-feira, 03.05.11

Inédito, inimaginável e irritante!!! É assim que classifico o tempo nas últimas duas semanas.

 

Sinceramente, sair da bifolândia onde o sol brilha...

 

 

Passeia-se...

 

 

 

 

E só apetece é comer geladinhos!

 

 

 

 

Para isto....

 

 

 

 

 

 

 

 

Sinceramente! Mas que tempo de merda!!!

 

Foram poucos os dias que passei na terrinha, e embora não tenha feito 1/4 do que eu queria fazer, foi bom! Ver os pais, a avó, os tios, os amigos... pena não ter podido ficar mais tempo :(

 

Mas ainda apanhei um dia solarengo, onde a coisa ainda aqueceu um pouco...

 

 


E sinceramente, quem liga ao tempo quando temos coisas destas no prato?

 

 

Carapaus, cavalinhas e entrecosto/entremeada.

 

 

Corvina no forno com batatas.

 

 

Picanha com pirão, batata frita e salada.

 

 

 

Grão com arroz acompanhado por um copaço de tinto com 7UP.

 

 

Podia ter ficado aí mais um mês... um ano! Mas o que tem de ser tem muita força, e já estou de volta à vidinha de cá e ao bom tempo (nunca pensei que um dia pudesse dizer isto!)

 

 

 

E como bons tugas que somos... no avião lanchamos coisas típicas!

 

 

Torresmos e pastéis de nata! Admirem só aqui a engenhoca para os pastéis não ficarem esmagados.

 

 

 

 

Ui ca bom!!!

 

 

 

Em último lugar, quero agradecer ao Guilherme e à Catarina por darem o nó na Sexta-Feira passada, pois graças a eles e à Páscoa consegui esticar cinco dias de férias a uma dúzia!

 

Como é óbvio não consegui assistir à coisa ao vivo, mas se quisesse podia!

 

 

 

 

Aparentemente eles vão no bom caminho para uma relação duradoura!

 

 

 

Que a próxima visita à terrinha seja mais longa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Porra...

Segunda-feira, 09.08.10

... que isto está que nem se pode! Mas que calor d'um cabrão!

 

Já faz algum tempo que cheguei à terrinha mas tenho andado a evitar ligar o portátil à net.. pura preguiça mesmo! Desde que cá cheguei, só trabalhei o necessário e o resto do tempo tenho passado em casa agarrada a uma consola com uma (ou duas) ventoinhas a apontar directamente para mim.

Ainda não fui à praia... só a ideia de ir para a praia com este calor tira-me a vontade de sequer de conduzir até ela. Tenho andado mesmo sem vontade para nada, e não tenho vontade nenhuma de me chatear. Agosto é um mês horrível, e todos os anos me arrependo de o passar no Algarve...turistas para aqui, turistas para ali. Não se arranja estacionamento em lado nenhum, está demasiado calor para andar com a moleirinha ao sol (a não ser que queira uns lindos episódios de epistaxis no meio da rua como me tem acontecido), pessoas mal educadas por todo o lado... não tenho paciência para aturar ninguém.

 

É de louvar a falta de consideração que a câmara municipal tem pelos habitantes aqui da terrinha, tudo o que é parque de estacionamento é a pagar (à excepção de dois parques que estão infestados de arrumadores), os transportes públicos não funcionam bem, e o imposto municipal é uma coisa do outro mundo! Okay, a malta sabe que no Verão isto é só turistas, e que os turistas dão trabalho a muita gente... MAS... a cidade não é só dos turistas, e sem a malta residente não há ninguém para trabalhar e servir os turistas, right?!?!

 

Mas ainda antes que me esqueça, e porque isto tem que sair cá para fora... eu já me tinha esquecido da cambada de gente antipática e com má vontade que tem empregos por estas bandas. É que nem a merda d'um sorrisinho lhes pára naquelas trombas... nem um obrigado ou até um bom dia!

Sim, posso estar 'mal habituada' lá na bifolândia... por lá, embora se encontre a esporádica besta ao balcão, na sua maioria são simpáticos... e senão o são, fingem ser... é que aqui, nem há um esforço mínimo para agradar ninguém.

 

Sim... a gente sabe que não estás contente com o teu ordenado, e que está um calor d'um cabrão, e que preferias estar na praia em vez de estar a trabalhar... mas ò filha, que culpa tenho eu disso, hein? E que tal me passares as compras em vez de as jogares, hein? Não era má ideia pois não?

 

*Uffff* prontos... saiu cá para fora. É claro que também há gente simpática por estes lados... mas ultimamente só me tem calhado bestum.

 

E por último, há mais uma coisita que quero partilhar.

Não sei se já disse aqui, mas cada vez que eu venho a casa tenho algo novo/mudado... ligeiros upgrades que os meus pais vão fazendo ao apartamento.

Já me deparei com cortinas novas, um quadro, molduras com fotos... uma tv como prenda de anos há dois anos... mas este ano, os meus pais superaram as expectativas. Ao entrar no quarto, deparei-me com nada mais nada menos que um..... AQUECEDOR!

 

'Ah e tal, compramos isto em Janeiro, depois de tu teres ido embora... estavam em promoção e tal'

 

Epá... tenho a certeza que vai dar um jeitão para o Inverno... mas agora, cada vez que olho para a parede e vejo o aquecedor só me dá vontade de transformá-lo em ar condicionado.

 

No entanto... talvez tenha sorte e pela altura do Natal, quando vier cá outra vez, tenha um ar condicionado pipi... prontinho para o Verão de 2011 ^^

 

Bem, amanhã é dia de trabalho... a ver se refilo menos no próximo post.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vai um bocadinho de texugo?

Quinta-feira, 28.01.10

Há dias em que eu adoro estar nestas bandas... especialmente quando apanho posters destes na universidade.

 

 

 

Sim... porque prova de plantas e animais atropelados é muito mais fino que provas de vinho!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

De volta ao frio

Segunda-feira, 11.01.10

Eis o primeiro post de 2010.

 

 Já estou de volta à vidinha. A neve ainda não derreteu e está um grande briol. 

 

Como isto tem estado paradinho, há que por a conversa em dia... tenho que admitir que desta vez não fiz boi em Portugal, e embora tenha sabido bem, não consegui apreciar tanto quanto queria pois a minha consciência de 10 em 10 minutos lembrava-me... vai-te agarrar à papelada.
Sinceramente nem sei porque vou carregada com aquilo, pois nunca toco em nada... mas sinto-me tão culpada, e agora estou a entrar em pânico, pois as deadlines aproximam-se e nada está começado! Ai ai ai.

 

Como não fiz boi, e o que mais fiz foi comer (ganhei quatro quilos malvados... quatro quilos estes que me tinham demorado 2 meses a perder, é tão frustrante!) não há muito para contar e mal peguei na camera.

No entanto ainda tenho material suficiente para fazer um daqueles posts longos e aborrecidos que nunca mais acabam.

Como vai sendo costume, vou juntar tudo e isto vai ficar uma grande salganhada... foram avisados.

 

Começo com um belo de um sargo assado que marchei logo numa das primeiras noites que cheguei. Há muito tempo que não comia peixe apanhado pelo meu pai, e embora não tenha sido assado na brasa, não foi por isso que a coisa não ficou menos saborosa.

 

 

 

 

Tive direito a uma batata-doce ginorme! Gosto tanto de batata doce com azeite e vinagre! O que eles aqui chamam batata-doce, embora se assemelhe por fora, é laranja por dentro e de doce tem pouco. Eu acho que a nossa batata-doce é o que eles chamam de yam... mas eu bem ando à caça nos supermercados, a única vez que vi custavam os olhos da cara... e não deu para levar.

 

Olhem-me só o galheteiro todo xpto, que anda lá por casa:

 

 

 

O Natal foi muito calmo e pacato, e ao contrário da maioria dos anos, não foi passado a trabalhar. Como a família não é muito grande e está espalhada por todo o lado, éramos só três, eu a mãe e o pai. Para ser sincera, acho que não me lembro de um Natal onde estivéssemos os três a cozinhar na mesma cozinha.

 

Trabalho em equipa:
A mãe trata das batatas-doces, o pai da cebola para o bacalhau com natas e saltea as batatas com cogumelos, cebolinhas e cenouras.

Eu trato das fotografias!

 

 

 

 

"Santa's not so little helper"

 

 

Assou-se também um lombinho de porco.

 

 

Fartei-me de mexer o bechamel pró bacalhau.

 

 

 

Entretanto começou a tratar-se dos camarões para entrada.

 

 

Eles na marinada, já depois de descascados:

 

 

Como a malta está habituada a cozinhar quantidades industriais (ossos do ofício)... não havia tacho/tabuleiro onde desse para misturar o bacalhau... então teve que ser no alguidar.

 

 

 

Txé Bruteza!

 

 

... lá se foi a colher de pau de plástico. (A ver quantos comentários é que recebo a dizer que sou parecida com o meu pai).

 

 

A situação até foi bastante cómica.

 

 

Prontinho a ir para o forno... obviamente não coube tudo num só tabuleiro. 

 

Antes:

 

 

 

Depois:

 

 

Depois do depois:

 

 

Entretanto o porco ficou pronto para dar lugar ao bacalhau.

 

 

A mesa:

 

 

 

O trabalho dá nisto... e porque não? Se tenho de por mesas pipis para os outros, porque não por p'rá gente também?

 

 

A centre piece:

 

:

 

A fonte comprada na Casa há uma data de anos:

 

 

E um novo acrescento à sala, vindo directamente da loja do Chinês

 

 

(mais respeitinho com o hipo do pai, que sobreviveu durante a minha infância!)

 

A árvore de Natal:

 

 

A doçaria:

 

 

Pastéis de batata-doce, vindos directamente da loja pois a avó já não faz disto)...

 

 

 

Bolo Rainha, ou raio que aquilo era... segundo os meus pais não valeu um cêntimo. Aprenderam a lição, para a próxima compram o do Aldi ou o do LIDL e poupam uma data de dinheiro!

 

E um folhadito de café que estava bem bom.

 

 

Ainda houve direito a um pratinho com fruta todo pipi:

 

 

 

O Bacalhau estava quase pronto, era hora de começar a tratar dos camarões.

 

 

 

Aqueles anos na escola de hotelaria e turismo só lhe fizeram bem!!! Ó só para isto!

 

 

 

Hmmmm.....

 

 

Quero salientar que fiquei extremamente impressionada com a nova garrafa "ereccionadora" do azeite Oliveira da Serra:

 

 

 

Tudo a postos!

 

 

A bebida natalícia para mim foi vinho tinto do LIDL com 7up.

 

 

Txin, txin!

 

 

E infelizmente a bateria da máquina começou a morrer, e como estava mais interessada em comer do que a tirar fotos... já só consegui sacar estas duas:

 

 

Uma toda queimada do bacalhau.

 

 

Esta foi uma das prendas que estava debaixo da árvore.

 

E o Natal foi assim no 3º b de burro.

 

A passagem de ano foi passada em casa, com direito a uma voltinha de carro e depois cama e Transformers 2... por isso não há fotos da diversão.

 

No próximo post ponho aqui fotos de como a Inglaterra me deu as boas-vindas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Continuando ainda com a saga da Zu!

Sábado, 26.09.09

Enfim... a Zu não tem blog, mas não há problema que eu trato já do assunto.

 

Eu e a ela somos amigas desde que éramos pukaninas, fomos da mesma turma na primária e andámos na patinagem juntas. Ganhamos alguns títulos a nível nacional em corridas em patins, mais tarde demos aulas à miudagem na escola de patinagem. Escusado será dizer que isto foi há milénios atrás...

 

Acho que precisaria de um ano a contar as coisas que fizemos juntas quando éramos gaiatas, mas o que conta é que apesar de vivermos longe uma da outra e tenhamos seguido cada uma o seu caminho, o facto é que cada vez que nos revemos parece que sempre vivemos a 10 minutos de distância e que lidamos diariamente uma com a outra.

 

Tenho outros amigos assim... reformulo, é assim que devia ser no que toca a amigos! Desde que me fui embora, com alguma tristeza alguns amigos revelaram-se meramente 'conhecidos', curiosos e interesseiros. Enfim, mudando de assunto.

 

A Zu é uma sortuda e trabalha no Palácio da Pena, então (e como nunca tinha ido lá), fui dar um pulinho para lhe ver as trombas e aproveitei também para respirar ar puro.

Naquele dia ela estava na entrada dos lagos, aquilo é muita giro!

 

 

 

 

 

 

 

 

(Loira, estão aqui muitos psai-ai-ais... os patos estavam à porrada uns com os outros e as fotos ficaram uma porcaria!)

 

 

Prontos, agora que já conhecemos o local de trabalho da Zu, passamos para a casa dela:

 

Vista maravilhosa para o Tejo!

 

 

 

Yeah right... isto é tão verdade quanto eu vestir calças 34.

 

 

E para terminar, as bichezas! A Zu sempre foi a mulher da bicharada!

Aqui está a gata Pu, que assim que cheguei apoderou-se logo da minha mala.

 

 

 

 

A Pu é muito meiguinha e deixa fazerem-lhe tudo! E aqui fica a Zoe, que também mora lá em casa. A Zoe é outra fofa e meiga, tem ciúmes da gata e deixa a gata fazer-lhe tudo. O melhor disto tudo é que a cadela só fala Inglês... por isso aquilo é uma casa bilingue. 'Pu saí daí, Zoe go to your bed!'

 

 

 

Gimme five!

 

 

Again!

 

 

Está muito bem treinada não haja dúvida. Eis um sorriso pepsodent!

 

 

Mas que linda! A Zoe aderiu ao dia sem carros, vêem? Lá vai ela com um Lisboa Viva.

 

 

E já chega de bichezas! Agora só quero mostrar o meu desagrado pela caneca a que me foi servido chá lá em casa:

 

 

Morangos com Açúcar... epá, poupem-me!

 

Enfim, com este post termina a saga da capital. Já estou a mentalizar-me que daqui a 3 dias estou de volta à bifolandia... escusado será dizer que a vontade não é muita.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Andar com uma licenciada em história e Indiana Jonices dá nisto...

Quinta-feira, 24.09.09

A Zu, como é uma host e peras e apetecia-lhe dar ar à pevide, levou-me ao Palácio Nacional de Queluz. Nunca tinha posto lá a bunda e embora não seja perita em história lá fui dar uma vista de olhos na coisa.

 

[Hiko-chan, I know you're reading this! This place is called Queluz National Palace (click here for more info), it dates the 18th century and it is one of the last Rococo buildings designed in Europe. Enjoy the pictures ^^ x]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ouch!

 

 

Double Ouch!

 

 

 

Monkey says yo, look at mah bling and cool hat!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Don Quixote's chamber:

 

 

 

 

Bem, depois de tanta história e rococó, passámos pelo IKEA que eu precisava de comprar sacos para o pai (sim, a mulher até ficou a olhar de lado... 20 sacos, mas quem raio é que leva 20 sacos do IKEA?)

 

Visto estarmos mesmo ao lado, fomos às compras ao Alegro. A Zu como é uma querida ainda me ofereceu uma blusa na promod (eu estava absolutamente tesa, sem dinheiro nenhum e não consegui comprar nada!!) e ainda houve tempo para matar o bicho:

 

 

 

 

Uma saladinha no Vitaminas que estava bem boa com suminho de laranja natural...

E agora fiquem com a pièce de résistance, uma foto da Zu... com cara de monga (palavras dela não minhas!!!)

 

 

Não me mates!!!!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Damn... no meio desta bruteza toda existe uma gaija!

Sábado, 19.09.09

Pois... bem lá mesmo escondida no fundo.

 

Hoje fiz algo inédito, nunca dantes visto... e semi-auto-surpreendente! (Qual acordo ortográfico, qual quê? Hífens existem são p'ra ser usados!)

 

Passei o dia a passear e a entrar em lojas de roupa. Note-se... detesto comprar roupa! Não só porque estou gorda e não gosto de me ver com nada, como também acho um desperdicio de dinheiro gastar dinheiro em trapinhos... tenho tanta melhor coisa em que gastar diheiro.

 

Mas o meu guarda-roupa (especialmente desde que o 3º michelin surgiu aqui no abdomen) está er... reformulando, qual guarda-roupa? Devo ter uns três pares de calças do chinês (o único sítio onde encontro calças que me sirvam com cintura subidinha), e meia dúzia de blusas rançosas... que não me favorecem nada nem reflectem um pouco da individualidade da minha pessoa! (Gosh, mas que raio é que se passa comigo hoje... passei o dia todo na badalhoquice e agora às tantas da manhã estou toda filosófica!)

 

Enfim... continuando, entrei em mais lojas de roupa hoje do que entrei nos passados dois anos. Também gastei uns trocos e coiso e tal... nada do outro mundo, mas há anos que não gastava tanto dinheiro em roupa num dia só. Um vestidinho, duas blusitas, um acessóriozito... nada de por aí além. Mas para quem é unha de fome para compras do género foi uma conquista! Mas a maior conquista delas todas foi que... não achei o processo assim tão doloroso. Não vou ao extremo de dizer que me diverti enquanto revistava as cruzetas, mas posso dizer que acho que foi a vez nas minhas quase duas décadas e meio de vida que menos me custou ir comprar roupa... estava com disposição para a coisa.

 

Ainda passei um bocadinho na FNAC, a folhear livros... estava com apetites de comprar um livrito, mas os preços tiraram-me qualquer vontade! Ainda estou à espera em que um livro em Portugal não seja considerado um luxo e artigo de enfeitar mobilia...

Livros são para ser lidos, usados...
 

Lá na bifolândia os livros custam o preço da chuva... toda a minha gente lê! Livros usados a preços ridiculos (tipo 20p cada)... e não há nada de finúrias. Livro é p'rá guerra!

(Okay, estou a generalizar... há livros que não atreveria a levar comigo na mala e ler fora de casa, e que estou disposta a gastar pipas de massa, mas esses são muito poucos e conto-os com os dedos da mão).

Gosto de comprar livros usados não só pelo preço, por vezes dou por mim a pensar na quantidade de pessoas que já leu as mesmas páginas que eu... as vezes que o levou à retrete, a quantidade de E. coli que lá está.. cheiros estranhos, manchas desconhecidas. Depois quando acabo os livros, dou às lojas de caridade para serem revendidos a preços estúpidos... e o ciclo continua, e lá vai outra pessoa lê-lo.

Um dia ponho lá um tracker ou um raio do género... seria giro, ver por quantas mãos o livro passaria.

 

Bem, já mudei completamente a minha linha de raciocínio... esqueci-me completamente do que queria dizer, mas nada tinha a ver com livros. Logo me lembro...

 

Aqui ficam as fotos do meu jantarinho hoje:

 

 

Um bife à balcão na Portugália do Almada Fórum... estava bem bom.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Olhó pêxinho fresquinhe!

Terça-feira, 01.09.09

O card reader não quer detectar o cartão da camera e ainda não me dei ao trabalho de ir comprar um cabo USB para a coisa... a falta de fotografias juntamente com a falta de tempo têm feito com que aqui o cantinho esteja armado em snoozeville.

 

Mas, como o pai é um grande fotógrafo... e tal como eu tem tendência para andar com a camera em riste, encontrei umas belas fotos aqui no computador dos progenitores, então hoje aproveito e ilustro aqui o post com umas fotos dele.

 

Ainda não comi peixinho desde que cá cheguei, e hoje está a apetecer-me imenso um belo sargo assado! O meu pai para além de tirar umas fotos giras também sabe pescar... e não fosse a falta de tempo acho que passava os dias inteiros de cana na mão.

 

Segundo a pasta, isto foi o resultado de um dia de pesca em Sagres, algures em Janeiro...

 

 

Depois de amanhado, pronto a apanhar sal grosso e ir prá grelha! (Outros provavelmente foram para o congelador).

 

 

Hmmm... e ovas, aiiii que eu gosto tanto de ovas!

 

Enfim... por ironia, é no Verão que peixinho me sabe melhor, e cá em casa é quando menos se come, pois o pescador de serviço não tem tempo para ir pescar.

 

Fico à espera do meu sargo... entretanto a ver se cravo a alguém para me ir fazer companhia ao Escondidinho para comer uns carapaus e sardinhas! Para quem não sabe o que é o Escondidinho recomendo a leitura deste post, onde o autor retrata o ambiente da coisa.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terras Lusas

Quinta-feira, 27.08.09

Não chamo a isto férias, férias, férias, férias... mas é o mais parecido que se pode arranjar!

 

Estou nos Algarves... e ficarei por estas bandas até quase fim de Setembro.

Tenho de carregar o telemóvel para ficar contactável que isto assim não dá.

 

Estou cheia de calor, já não estou habituada a isto!

 

Esqueci-me do cabo USB da camera e estou fula da vida comigo mesma... tenho que ir caçar um card reader ou coisa do género para poder pôr aqui umas pelingrafias. Com sorte é desta que ponho os posts em dia... visto ter umas coisitas para pôr aqui em atraso.

 

Apesar do calor sabe bem estar de volta... a semana em Julho não deu para absolutamente nada!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Portuguesices ainda...

Segunda-feira, 27.07.09

Chiça, que isto é que tem sido!

 

Mal cheguei cá e já ando no laréu... no entanto ainda tenho umas coisitas da semana passada que quero postar, e só depois disso é que posso pôr aqui o que fiz o passado fim-de-semana (que foi um daqueles que só acontecem uma vez na vida!)

 

Por isso aqui vai em modos de despachanço...

 

Nos 7 dias que estive em Lagos... nem uma hora aguentei na praia. (Depois queixo-me que estou lula nas pernas!)

Estava muito calor, ondas, vento, era Domingo e a praia estava apinhada de gente (o que detesto). A mãe (visto mais ninguém querer ir à praia comigo!!!) e eu decidimos que mais valia espojar na varanda do que ficar ali a torrar a mioleira.

 

Já não estou habituada a estes calores.

 

 

(Velhos hábitos :P )

 

 

 

 

 

E ainda anda o homem a vender as 'bolinhas, quentinhas' na praia... mas com o calor que estava só mesmo 'olhó Olá fresquinho!!!' (que é feito do homem dos gelados??)

 

 

 

Esta gente não sabe construir mais nada senão retail centres/parks whatever! Como Portimão não tinha já coisos desses suficientes. A Worten deste é enorme, e tem um mini-preço... coisa rara nos Algarves.

 

 

 

Estão a dar cabo da minha escola primária!!!! NÃOOOOOO!!!! :(

Ficam memórias de fazer xixi para o buraco no chão e beber do bebedouro com umas 7 torneiras tudo em fila... saudades dos tempos em que se brincava ao X-Men no quintal, encontrando a esporádica seringa no meio dos arbustos!

Ahhh.... nostalgia! Os únicos anos em que fui para a escola com gosto...

 

 

 

 

Foi preciso crescer e sair de Lagos para finalmente construírem um complexo desportivo.

 

 

Aviso, para a próxima trazer óculos de sol pois estes prédios novos têm cá umas cores berrantes... a ver se o próximo pintam azul bébé com varandas rosa choque!

 

 

Eis o novo mamarracho, er... perdão, o novo edifício da Câmara Municipal de Lagos. Honestamente, parecia mil vezes pior no desenho. Gosto da aguinha e dos repuxos coiso e tal... mas continuo a preferir a traseira do edifício.

 

 

É ou não é mais bonito visto de trás???

E como Lagos não tinha rotundas suficientes, ora aqui está mais uma para adicionar à lista. Posso dizer no entanto, que esta é das minhas favoritas... simplesmente porque tem lá a chaminé da antiga CAFI da cortiça, com o ninho da cegonha em cima (deve ter dado uma trabalheira mudá-la de sítio!)

Vamos ver se os meninos da escola se portam bem e não atravessam a estrada à maluca... de qualquer forma ninguém usava a passagem aérea!

 

 

A casita onde a minha avó viveu uma carrada de anos... onde muitas vezes eu ficava enquanto os meus pais trabalhavam. Admira-me ainda ninguém ter roubado o tanque... muita roupa aquele tanque lavou.

 

E acho que de Portuguesices é tudo... no próximo post estou de volta às Inglesices do habitual.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 19:30





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031