Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E ainda sobre a coisa...

Segunda-feira, 04.10.10

Continuando a aventura que foi buscar a coisa.

 

Em primeiro lugar, tenho que falar sobre a coisa... A coisa é um Fiat Punto com 10 anos, 1.2, gasolina, manual, e na altura tinha 69025 milhas. O carro está em muito bom estado por fora e por dentro, a direcção está bem apertadinha, a embraiagem está boa, não treme nem faz ruídos malucos... conduz-se bastante bem!

 

No entanto, não tem luxurias absolutamente nenhumas... não tem fecho central, nem vidros eléctricos, e o rádio é de cassete e de momento precisa de um código... mas para recuperar o código preciso de tirar o rádio cá para fora e ver o número de série, e para isso preciso de arranjar as chaves do rádio... enfim.

 

Na realidade passar do Peugeot para o Punto, é tal qual como passar de uma charrete para a lombeira da mula... mas não me tem feito confusão nenhuma. Afinal de contas o que eu preciso é de um carro que me leve de x a y, desde que o carro não me empane no caminho, eu ando feliz.

 

Eu admito que estava com algum receio da viagem... simplesmente porque seria a primeira viagem longa dele nas minhas mãos. Não conhecia o carro, não sabia como ele desenvolvia, etc... então com algum cuidado lá segui para baixo.

 

Eram 16:30 quando saí de Overton...  com indicações do amigo e com um mapa ao lado, lá fui eu. Pelos calculos demoraria cerca de 4:30 de viagem (yeah right).

A primeira mudança de planos foi logo em Shrewsbury... em Shrewsbury fiquei de apanhar a A5 para apanhar a M54 e depois a M6... assim que me apanhasse na M6 eu já sabia por onde tinha que ir. Mas qual M6??? Eu mal a M54 apanhei, estava para lá um jogo futebol e não sei mais o quê, e fecharam estradas e estavam a direccionar o pessoal para outra estradela. Não tive escolha... se há coisa que me faz confusão aqui, é que em vilas e outras localidades mais pequenas, a sinalização deixa muito a desejar... pois normalmente as indicações são para outras vilas no meio de nenhures, e é raro aparecer o nome das cidades principais ou números de auto-estradas. Lá tive de parar à beira estrada e ver se ao menos estava a ir para o lado certo... felizmente eu tenho boa localização geográfica, e sei que o sul fica ali e o norte por ali...

 

Quando o rei fez anos lá vi uma placa a dizer M54 e Wolverhampton, hurrah! Estava no caminho certo... agora só tinha mesmo de apanhar a M6 a seguir a Birmingham. E o Punto a portar-se maravilhosamente...

Em Birmingham começou a chover, lá fui testar o limpa pára-brisas (que na realidade devia ter testado logo assim que entrei no carro), estava tudo nos conformes... e ainda bem, que minutos depois começou a chover torrencialmente e o spray era tanto que deixou de se ver a estrada os sinais, tudo!

Quando dei por mim, já tinha passado Birmingham, passado a entrada para a M6 e encontrava-me numa estrada nacional que ligava à M1. Porra, já tinha seguido demasiado para este. Mas como o tempo estava uma real cagada, decidi que seria mais seguro ir dar à M1... que na M1 eu já não me perdia.

 

Parei numa estação de serviço, fix xixi, e dei de beber à coisa... ainda estive a ver se estava a cagar óleo... nops, tudo parecia okay. Já passavam das 19:30 quando voltei à estrada, ou seja, já tinha 3 horas de caminho e nem perto eu estava de casa!

 

Na M1, lá vi a saída para a A43... ora A43, M40, Oxford, A34, Winchester, M3. Pensei eu... e teria sido, caso não trabalhos na estrada não me tivessem desviado, mesmo para o centro de Oxford... e sempre a chover torrencialmente! Lá gastei uns 40 minutos em Oxford, perdidinha da silva... sinais para sair da cidade, nada! Só nome de vilas desconhecidas... então lá parei no driveway de um mano qualquer e toca de ler o mapa. Lá vi um nome que me pareceu familiar, e segui uma estradela... quando vi M3, Winchester, Southampton escrito...  senti-me tão, mas tão aliviada!

 

Mas o alívio foi de pouca dura... assim que me apanhei na M3, logo a seguir ao acesso, dei com trânsito completamente parado... boa coisa não havia de ser. E não foi, liguei para casa para ver se alguém me conseguia ver o que se passava na net... mas nada, trânsito na M3 normal sem congestionamento. Sem congestionamento my ass! Ao fim de 20 minutos começou-se a andar e deu para ver o que se tinha passado... um pile-up com 5 carros e 2 camiões, mas ninguém ficou mal. Tive sorte eu não ter ficado lá parada a noite inteira... que normalmente estas coisas são morosas.

 

Depois nada mais de inconveniente se passou... a não ser a chuva torrencial que não dava tréguas, e aquaplaning a dar c'um pau.

 

Já passavam das 22:30 quando cheguei a casa... cansada mas segura! Com uma pratada de Kedgeree à minha espera, cortesia da Maria.

 

E com 6 horas de viagem e 450 km depois, o Punto passou com sucesso um test-drive dos diabos. Não se cagou em óleo, nem sobre-aqueceu, nada! A única coisa que me fez impressão foi a falta do barulho do rádio... mas nada que o leitor de mp3 não tivesse resolvido :P

 

E assim foi... a minha aventura para ir buscar a coisa. Se não pifou nesta viagem, é capaz de se aguentar uns tempos sem me dar problemas :)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 10:49


2 comentários

De Zu a 04.10.2010 às 21:44

hheiiin afinal os italianos são mesmo jeitosos pá!

De Videl a 04.10.2010 às 23:55

continuo a preferir japoneses... lol
isto é tb tipo viagem ao passado... com a excepção que este punto tem direcção assistida e o outro era à bife. x

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31