Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Toad in the hole

Sexta-feira, 14.05.10

Hoje foi a primeira vez que senti 'fome' em cinco dias... o que eu chamo progresso. Depois de ter comido outra tigeja de sopa de galinha (com noodles desta vez), o corpo parece que desligou completamente e passei uma data de horas a dormir!

Não é que eu não goste de dormir... mas estou a 3 dias de um exame e ainda mal consegui estudar. O tempo é escasso e sinto-me extremamente culpada por não estar agarrada à papelada 24/7, mas sinceramente não tenho mesmo cabeça para estudar!

 

Para comemorar a importância do evento que foi eu ter fome, deixo-vos aqui com uma das maravilhas gastronómicas Inglesas.
(Loira, não te queixes mais... at last um post com comida!)

 

Toad in the hole

 

Sim, sapo no buraco. Não, a receita não tem sapos!

 

Cruzei-me pela primeira vez com tal coisa no supermercado, onde se vende doses individuais congeladas, prontas a comer ao fim de cinco minutos de borbardeamento por radiações. Nunca comprei... até que um dia a Maria (ainda nos tempos da barraca) deu-lhe apetites e fez a versão caseira.

 

Há uns mesitos atrás o episódio repetiu-se, e foi assim que ficou:

 

 

Não tem lá grande aspecto... mas não é nada mau.

Já entendem o nome da receita? As salsichas a 'espreitarem' pela massa assemelham-se a 'sapos no buraco'. Só mesmo esta gente para fazer comparações destas.

 

 

Basicamente põe-se as salsichas frescas no forno numa forma com profundidade, faz-se massa para yorkshire pudding (leite, farinha, ovo sal e pimenta). Quando as salsichas ganharem cor (assim para o cozidinho) e libertarem rios gordura, tira-se do forno, retira-se o excesso de gordura e deita-se o liquido da massa para cima das salsichas. Se as salsichas não deitarem gordura suficiente (rarissimo), por óleo na forma senão a massa pega e não fica estaladiça à volta.

Voltar a por a forma no forno durante mais 15-30 minutos (depende, é a olho! cuidado para não queimar a massa!).... e pronto, está feito.

 

Serve-se com uma boa dose de legumes (cenouras, bróculos, milho, couve flor, etc) e onion gravy  [cá em casa corta-se umas cebolas em rodelas e depois de aloirar no tacho e depois deita-se  a gravy (ahh! Bisto original é a que mais gostamos)].

 

Para quem quiser experimentar, há receitas na net. Isto cá nesta casa vai quase tudo a olhómetro.

 

 

... e só para verem o quão grogue estou, este post não me deixou nem um bocadinho com fome!

 

 

A ver se amanhã enfio mais do que torradas e sopa cá para baixo. Aceitam-se sugestões (excepto canja sff!).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 01:17


3 comentários

De Cláudia a 14.05.2010 às 13:38

Babaaaaaaaaaaa (tipo Homer)....não sou grande apreciadora de salschas..mas isso parece delicioso!
YEESS!! post com comida!!!!!! lol

De Videl a 14.05.2010 às 14:36

salsichas também não são das coisas favoritas... mas com gravy e no 'bolo' come-se bem
x

De Angelo a 15.05.2010 às 09:34

Da facto, essa coisa do sapo tem bom aspecto! E tu vê lá se te pões boa!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2010

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031