Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



City Break - Paris 3.1

Quarta-feira, 30.05.12

Bem... tirei demasiadas fotos, e o modo 'museu' da minha camera é uma bosta.

 

Sinceramente, quando aforrar uns trocos, invisto numa camera que me deixe mudar F / Stops, ISO e essas cagadas todas! Isto de ter 30 setup predefinidos 'automáticos' é um desperdício de fotos boas... anyway, faz-se o que se pode.

 

 

Seguem-se as fotos da saga do Louvre... que é estupidamente grande e tem montes de coisas! 

 

 

Louvre

 

 

Louvre

 

 

 

Louvre

 

 

Louvre

 

 

A primeira 'peça' famosa que vimos - Nice de Samotrácia:

 

 

Nike of Samothrace

 

 

Tectos:

 

 

Ceiling at the Louvre

 

 

Ceiling at the Louvre

 

 

Ceiling at the Louvre

 

 

Ceiling at the Louvre

 

 

Louvre

 

 

A Gioconda (porque raio não é Mona Lisa em Português?) - depois de ouvir tanta gente a queixar-se que era pequena, pensei que fosse mais. 

 

 

Mona Lisa

 

 

Mona Lisa

 

 

O cú da Mona Lisa. 

 

 

Mona Lisa's backside

 

 

As Bodas de Caná. 

 

 

The Wedding at Cana 

 

 

A este chamamos 'Os Homens da Fruta' (não anotamos o nome): 

 

 

Louvre

 

 

Louvre

 

 

Louvre

 

 

Penteado da moda: 

 

 

Louvre

 

 

Este ficava lindo no meu escritório, junto aos meus posters de Mass Effect: 

 

 

Louvre 

 

 

Louvre

 

 

Sagração do Imperador Napoleão:

 

 

The Coronation of Napoleon

 

 

The Coronation of Napoleon

 

 

Vista para o exterior:

 

 

View from the Louvre

 

 

View from the Louvre

 

 

View from the Louvre

 

 

View from the Louvre

 

 

 

 

E por hoje já chega... mais fotos no próximo post. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

City Break - Paris 3.0

Domingo, 27.05.12

Primeiro destino do dia - o Louvre!

 

Não saímos muito tarde de casa pois não queríamos passar a manhã em filas, e como por esta altura já estávamos peritas em metro/RERs e afins em menos de nada encontramo-nos novamente na Pont des Arts - e os putos romenos a marcar novamente o terreno. 

 

Conseguimos tirar umas fotos sem que nos roubassem as máquinas, yay!

 

 

View from Pont des Arts

 

 

Aqui dá para ver os cadeados. 

 

 

Pont des Arts

 

 

Untitled

 

 

Untitled

 

 

Louvre, aqui vamos nós! 

 

 

Pont des Arts

 

 

Louvre

 

 

Em menos de nada demos com a famosa pirâmide - que é a entrada!

 

 

Louvre 

 

 

Louvre 

 

 

Louvre

 

 

O auto-retrato da praxe, enquanto esperávamos na fila para entrar! 

 

 

Untitled

 

 

Até tivemos sorte, não esperámos muito. Em menos de nada já víamos a porta! 

 

 

Louvre

 

 

E finalmente encontraram algo de jeito para fazer com as Nintendo 3DS - sim porque jogos de jeito está quieto! 

 

 

Louvre

 

 

 

 

A saga de Paris continua na próxima posta!

 


Têm feito uns dias que é uma maravilha e a malta tem aproveitado ~ ainda não foi desta que a malta deu início à época de BBQ 2012, mas já fomos fazer um piquenique! (Os meus ombros não acharam muita piada e ando ensopada em creme para ver se não pelo).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 20:19

City Break - Paris 2.3

Sexta-feira, 25.05.12

Depois de Notre-Dame, fomos todas a um manga café para descansar os pés e hidratar (e continuar a por a conversa em dia). Porquê um manga café? Porque foi graças ao DragonBall que eu e minha amiga Parisiense nos conhecemos, por isso teve a sua piada - para além do mais que aquilo tinha uns sofás super confortáveis e free-refill! 

 

Há uns anos atrás tinha-me perdido naquelas rua por onde ela nos levou... mas que concentração de lojas de comics e manga e games workshops fenomenal!!! Felizmente aquilo já estava a ficar tarde e muitas lojas já tinham fechado... porque senão acho que tinha comprado uns quantos 'souvenirs'.

 

 

O Jardim do Luxemburgo ficava ali perto, então demos lá um pulinho. Claro que tiramos umas quantas fotos pelo caminho.

 

 

Untitled

 

 

Untitled

 

 

Untitled

 

 

Em menos de nada chegamos ao jardim e ao que chamamos "joggers' wonderland". Minha nossa, tanta gente de calçanito de licra a correr... 
Lá se tirou umas pelingrafias a umas quantas estatuetas.

 

 

Jardin du Luxembourg

 

 

Jardin du Luxembourg

 

 

Jardin du Luxembourg

 

 

 

 

Estava a ficar tarde mas ainda não era tarde o suficiente para ir jantar, então sentamo-nos na esplanada 'people watching' e a conversar para fazer tempo.

 

 

Jardin du Luxembourg

 

 

Jardin du Luxembourg

 

 

Na foto de baixo dá para ver o prédio mais alto de Paris. 

 

 

Jardin du Luxembourg

 

 

Jardin du Luxembourg

 

 

 

Rumo ao restaurante. Fomos ao Matsuri que a Maria nunca tinha ido a um "sushi-go-round".

 

 

Dinner at Matsuri - Paris

 

 

Dinner at Matsuri - Paris

 

 

Dinner at Matsuri - Paris

 

 

Dinner at Matsuri - Paris

 

 

Dinner at Matsuri - Paris

 

 

Tinham marchado mais uns pratinhos (atum gordo fresquinho ai tão bom!) mas como a brincadeira depois ficava muito cara, lá nos controlámos!

 

 

Apanhamos o RER, despedimo-nos da amiga e rumamos para o Hotel Timóteo! Descansar os pezinhos e as costas - Jasus, mas muito andámos nós!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

City Break - Paris 2.2

Domingo, 20.05.12

A caminho de Notre-Dame vimos um autolib', que é uma óptima ideia para grandes cidades.

 

 

Autolib

 

 

 

Já tínhamos visto velib's - todo o mundo anda de velib! Mas não tinha visto ainda um autolib'. 

 

 

 

Em menos de nada chegamos ao destino... 

 

 

Notre-Dame

 

 

 

Tivemos sorte e a entrada era à borliu naquele dia, e a fila até não era nada assim do outro mundo.

O sol aquecia bem por isso até soube bem sentir o fresquinho do interior da igreja.

 

 

Os vidrais são um espectáculo.

 

 

Notre-Dame

 

 

Notre-Dame

 

 

Notre-Dame

 

 

E aqui está uma foto do órgão, só tem 7800 tubos! Aparentemente está dividido em três partes e estão ligados por LAN - awesome! 

 

 

Notre-Dame 

 

 

Vimos o que tínhamos a ver, mas como não podíamos conversar e eu e a minha amiga queriamos por a conversa em dia, não ficamos lá muito tempo. Por isso toca a saltar cá para fora e toca a tirar mais fotos. 

 

 

Notre-Dame

 

 

Notre-Dame

 

 

Gárgulas.

 

Notre-Dame

 

 

Notre-Dame

 

 

Depois de Notre-Dame continuamos a passear e a dar à lingua. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

City Break - Paris 2.1

Quinta-feira, 17.05.12

Saímos da Rua do Baco e fomos em direcção à fonte São Michel. 

 

O solinho brilhava e o passeio à beira rio foi mesmo o ideal para 'desmoer' o almoço.

 

 

Stall by the Seine

 

 

Montes de bancas a vender livros, posters, bric-a-brac e outras coisitas - a maioria delas vendia velharia coisas vintage.

 

 

Stall by the Seine

 

 

Estas barraquitas/caixotes são uma óptima ideia... no final do dia, basta só fechar a barraca. Uma óptima ideia para a cidade de Lagos, para evitar roulottes, tapetes com quinquilharia no chão... que no Verão a malta acaba sempre por pisar as pulseiras e os elefantes de madeira acidentalmente!

 

 

Stall by the Seine

 

 

Passamos pela Pont des Arts (dá para ver o Louvre no fundo). 

 

 

Pont des Arts

 

 

A ponte está CHEIA de cadeados, que são postos por casalinhos in love

 

 

Pont des Arts

 

 

Não ficamos muito tempo na ponte, pois estava para lá um rebanho de 20 miúdos romenos a fingir que eram mudos a pedir dinheiro. Aquilo rodeiam uma pessoa, em menos de nada ficasse sem carteira e cameras! (E estavam a fingir mesmo que ouvimos eles a falar baixinho uns com os outros).

 

 

Da ponte dá para ver uma das ilhas da cidade.

 

 

Île de la Cité

 

 

Andamos mais um pouco e demos com o ponto de encontro.

 

 

Fontaine Saint-Michel

 

 

Fontaine Saint-Michel

 

 


O sol aquecia bem e foi o dia mais quente que apanhamos em Paris! Felizmente não tivemos de esperar muito pela minha amiga.

 

 

Próxima paragem: Notre-Dame

 

 

 

 

(Aleijei-me no ombro e custa-me teclar... por isso os posts estão a demorar um pouco mais a sair do forno!)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 00:05

City Break - Paris 2.0

Sexta-feira, 11.05.12

Acordar, chuveirada, toca a ir tomar o pequeno-almoço.

 

Pequeno-almoço continental okay (já apanhei melhores, mas também já apanhei piores).

 

Baguette, mini croissant, mini pain au chocolat, iogurtes, cereais, café, chá, sumo, queijo, mel, doce e NUTELLA (não tinha carnes frias, mas também não fez falta).

 

 

Breakfast

 

 

 

A Maria que é uma criativa, misturou Nutella com iogurte natural - blargh! 

 

A empregada era uma preguiçosa do cacete, e não havia pão nem iogurtes nem nada... no entanto estava sentada na palheta com a colega dos quartos. Isto às 8:30 da manhã, com mais duas horas de pequeno-almoço pela frente e já sem pão (depois topei a saca do pão lá ao lado da mesa). Maria, espera aí que vou ali e já venho...

 

"Pardon, il n'y a pas de pain." 

 

Ui mãezinha... o olhar e as trombas!

 

Enfim... O que sei é que sacou de três baguetes e que as cortou com muito pouca vontade.

 

Trabalhei bastante tempo a servir pequeno-almoço a pessoas, e um buffet continental não dá muito trabalho a manter.

 

Se a senhora tivesse que fazer ovos e bacon e ainda servir à mesa, entendia e não me tinha queixado... Agora por estar sentada na galhofa, desculpem lá mas paguei por pequeno-almoço, quero tudo a que tenho direito - e isso inclui pão!

 

 

Felizmente, o staff do pequeno-almoço no fim-de-semana é diferente, muito mais simpático e não deixaram acabar o stock.

 

 

Saímos do Hotel e rumamos ao nosso primeiro destino - Musée d'Orsay!

Graças ao wifi do hotel ainda deu para ver que havia lá uma cache mesmo ao lado, por isso fomos à caça dela antes de ir para a fila de espera do museu.

 

 

Dei logo com ela :)

 

 

Geocache

 

 

Looking smug while logging! 

 

 

Untitled

 

 

Untitled

 

 

E lá fomos nós para a fila para entrar no museu. 

 

 

Musée d'Orsay

 

 

Aguadeiros e tudo - grande negócio da China! Palete de águas do LIDL e toca a vendê-las a €1!

 

 

Musée d'Orsay

 

 

O edifício é de facto todo pipi. 

 

 

Musée d'Orsay

 

 

Musée d'Orsay

 

 

E tem umas meninas com as mamocas ao leu! 

 

 

 

Musée d'Orsay

 

 

Custou 9€ para entrar no museu, e não se podia tirar fotos... vimos quadros do Van Gogh, Monet, Manet, Degas. Gostei bastante da área neo-impressionista. Mesmo assim, tiramos uma foto à socapa que mostra o átrio que dá acesso às galerias e tem algumas esculturas em exibição.

 

 

Musée d'Orsay

 

 

Vimos o que queríamos ver, mas como não queríamos perder muito tempo não deu para prestar atenção a tudo. Afinal de contas tínhamos encontro marcado com uma amiga que vive em Paris.

 

Éramos para ir almoçar mas ela teve um imprevisto por isso ficamos de nos encontrar na fonte Saint Michel depois da hora do almoço.

 

Não fomos de metro, pois tínhamos impressão que não era muito longe e fazia-se bem a pé (e tínhamos razão, graças ao passeio de barco e ao mapa ficamos peritas em Paris em menos de 24 horas, lol!)

 

Tiramos umas fotos no caminho.

 

 

Untitled

 

 

O Louvre! 

 

 

Louvre

 

 

Untitled

 

 

Untitled

 

 

River Seine

 


Como a barriga já estava a roncar, decidimos ir à procura de um sítio para comer. Foi complicado... a escolha era muita e nós não sabíamos o que queríamos!

 

Decidimos ir aqui. O Restaurante estava cheio, mas parecia ter uma atmosfera porreira lá dentro. Devíamos ser as únicas turistas naquele dia! Tudo à nossa volta pareciam estar em almoços de negócios.
 

O empregado de mesa não falava muito Inglês, então lá se deu uso ao Francês.

 

Aqui está o que entrou nas nossas boquitas (as fotos estão uma merda, mas não me atrevi a usar flash e também não quis passar por 'txé, aqui vem esta bifa do campo que nunca viu um bife'.

 

 

Como eu queria tinto e a Maria queria branco, decidimos pedir duas cervejas! 

 

 

Beer in Paris

 

 

Onglet de Boeuf et sa Tatin échalotes para mim

 

Onglet de Boeuf et sa Tatin échalotes

 

 

Poêlée de Gambas à la Crème Légère à l’Ail para a Maria

 

 

Poêlée de Gambas à la Crème Légère à l’Ail

 

 

Para sobremesa, um Crème Brûlée - the bomb! (Com um café e um café noisette) 

 

 

Crème brûlée

 

 

(Escusado será dizer que foi o melhor Crème Brûlée que já comemos na nossa vida!)

 

 

OMG... estava tudo tão bom mas estávamos com medo da conta (embora estivesse nos planos ir comer a um restaurante caro!)... ficamos surpreendidas, foi melhor do que estávamos à espera! Já pagamos mais por pior aqui no UK. Sim, bicas a 3€ é caro... e comparado com Portugal é bastante mais caro (pelos menos era antes do IVA ter aumentado). No entanto comparando com restaurantes no Reino Unido, fica ela por ela.

 

 

Depois de ter enchido o pandulo, continuamos a nossa caminhada até o ponto de encontro com a minha amiga.

 

 

 

(Continua na próxima posta!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

City Break - Paris 1.2

Quinta-feira, 10.05.12

Como subir à torre ficou fora dos planos, lá fomos passear de barquito no rio Sena.

 

Infelizmente estava a chover então decidimos ficar no andar coberto do barco. Uns quantos malucos foram para o andar de cima, mas quando a chuva começou a cair com mais força decidiram fugir para o andar de baixo.

 

Tiramos muitas fotos, mas como estávamos separados por uma vidro... a maioria delas ficou uma bela bosta. Aqui estão as que se aproveitam.

 

 

Cruise on the River Seine

 

 

 

Não dá para ver bem, mas na foto debaixo está a chama da Liberdade - réplica exacta da chama que está na estátua da Liberdade nos States, que fica em cima do túnel onde a Princesa Diana morreu.

 

 

 

La Flamme de la Liberté

 

 

O obelisco de Luxor

 

 

Obélisque de Louxor

 

 

A Assembleia

 

 

Assemble Nationale

 

 

Museu de Orsay

 

 

Musée d'Orsay

 

 

Bloco de apartamentos pipi à beira rio. 

 

 

Paris

 

 

O bote da Bombeiragem!! 

 

 

Firefighter Boat

 

 

Um barquito restaurante 

 

 

Restaurant on a boat

 

 

La Samaritaine 

 

 

Samaritaine

 

 

E por último, aqui fica um dos apartamentos mais estreitos de Paris (entre os prédios). 

 

 

Narrow flat in Paris

 

 

O passeio durou cerca de uma hora e passamos por baixo de 22 pontes :) Foi dinheiro bem gasto porque deu mesmo para ganhar noção da distância entre sítios de interesse turístico. Estávamos com fomeca então decidimos ir para a zona do Hotel para depois não ter de andar muito com barriga cheia. 

 

 

Como já estava a ficar tarde e andávamos um bocado mareadas/grogues - afinal de contas não pregava olho há umas 38 horas - decidimos não perder muito tempo a escolher o restaurante e entrar no primeiro que tivesse um preço acessível e não muito fino pois não estávamos vestidas para a ocasião.

 

Acabamos por entrar num Italiano e comemos uma pizza daquelas como deve de ser:

 

 

Pizza!!!

 

 

Ah! Já me ia esquecendo do lanche que comemos à tarde. 

 

 

Yummies

 

 

Flan, chochosuisse e iced tea!!! Oh yeah!

Saudades de iced tea... e qualquer dia aventuro-me a fazer um flan cá em casa! É podre de bom :D

 

 

 

Depois do jantar, andamos pelas redondezas para ver o que havia na área... chegamos à conclusão que Gare du Nord não só tem as casas de banho mais caras de sempre (€0.70 para dar uma mija), mas como também cheira bué a caril!

 

Chegando ao Hotel experienciamos o 'Elevador Temperamental', e lá tivemos de completar a subida até ao 5º andar pelas escadas de incêndio... nice, mesmo bom para digerir a pizza!

 

A caminha era comfortavel e apesar do barulho dos comboios... dormi que nem um calhau!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 21:17

City Break - Paris 1.1

Terça-feira, 08.05.12

Ainda em Invalides, demos um pulinho até ao Musée de l'Armée.

 

Têm uma colecção enorme de armaduras, uniformes, armas e afins. Onde podemos tiramos umas pelingrafias, mas como aquilo era tão grande e ainda tínhamos um dia longo, não podemos olhar para todos os exemplares com a atenção devida.

 

 

Musée de l'Armée

 

 

Musée de l'Armée

 

 

Musée de l'Armée

 

 

Ainda fomos ao Historial Charles du Galle, mas vimos aquilo de corrida.

 

A cafetaria estava a chamar por nós (ainda não tínhamos comido nada desde os Skinny Lattes no Starbucks). Partilhamos uma baguette, mas no fundo, bem lá no fundo, queríamos era bolos carregados de creme! Mas como a cafetaria não tinha nada de jeito, adiamos a overdose de creme patisserie.

 

 

Fomos ver o túmulo do Napoleão, e man... coitados dos manos que tiveram de carregar com aquilo!

 

 

Napolean's resting place

 

 

Napolean's resting place

 

 

 

Tecto todo pipi.

 

 

Invalides - ceiling

 

 

Xau Invalides!

 

 

Invalides

 

 

Olá Torre Eiffel!

 

 

Eiffel Tower

 

 

Eiffel Tower

 

 

Andamos por umas ruas manhosas, nem nos demos ao trabalho de abrir o mapa. A torre estava mesmo ali ao lado.  

Parei num quiosque para comprar postais (já andava a topar preços e tal e o mais barato que se encontrou foi 12 postais por €2).

 

 

Untitled

 

 

Untitled

 

 

 

Houve um problema qualquer com os elevadores da torre, e só um elevador é que estava a funcionar. 

Filas de mais de duas horas, embora a fila para subir a torre por escadas tivesse muito menor... sinceramente não tínhamos dormido nada de jeito e estávamos cansadinhas, por isso decidimos deixar para o dia a seguir... (acabamos por não voltar e não subimos a torre).

 

 

Eiffel Tower

 

 

 

 

 

 

Eiffel Tower 

 

 

 

 

 

 

 

Eiffel Tower

 

 

 

 

 

 

Eiffel Tower

 

 

 

 

 

Os xóxós para passear os turistas.

 

 

Eiffel Tower

 

 

 

Como não deu para subir a ponte, decidimos fazer um cruzeiro pelo rio Sena.

 

Foi uma óptima ideia, pois ficamos a saber o que ficava perto da área, calcular distâncias (mais-ou-menos), e saber o que é que ficava para lá (e para cá) do rio.

 

Tiramos umas pelingrafias e fizemos planos para o dia seguinte.

 

(Fotos no próximo post) 

 

 

Continua...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 13:33

City Break - Paris 1.0

Segunda-feira, 07.05.12

Embora haja milhentos hotéis/pensões/etc em Paris... o que nos fez escolher o Tim Hotel foi a proximidade da estação e o preço.

 

O alojamento foi de facto o mais caro destas mini-férias... e o preço que se paga por um quartinho num Hotel de 2 estrelas, básico e nada de extraordinário, quase que dava para ter ficado no Hilton em Vilamoura.

 

Enfim... era o mais barato na área, era a 5 minutos a pé de distância da estação, e havia muitas mixed reviews no trip advisor. Que se lixe - pior do que o Bed & Breakfast que ficamos em Londres não haveria de ser!

 

O Google StreeView deu um jeitaço do caraças, pois deu mesmo para decorar qual era o caminho para o Hotel.

 

 

Tim Hotel - Gare du Nord

 

 

 

O check-in era só às 2 da tarde por isso íamos só deixar as malas. Mas felizmente o quarto já estava pronto por isso entregaram a chave mais cedo!

 

O quarto ficava no 5º andar, voltado para as traseiras do prédio... e sinceramente, estávamos à espera de MUITO pior!

 

 

Tim Hotel - Gare du Nord

 

 

Tim Hotel - Gare du Nord

 

 

As camas tinham os lençóis bem passados, branquinhos e cheiravam a lavadinho! Embora a carpete e a mobília do quarto precisasse de uma reciclagem, estava tudo limpinho e bem tratado (para o preço que se pagou não podíamos pedir muito mais).

 

Curtam a Flatscreen TV... não dá para ver bem, mas as cruzetas estão penduradas no apoio da TV (o roupeiro improvisado).

 

 

Tim Hotel - Gare du Nord

 

 

 

O chuveiro tinha muito boa pressão e a água aquecia num instante.

 

 

Tim Hotel - Gare du Nord

 

 

 

A cagadeira tinha o tampo demasiado grande (obviamente não devia ser para esta sanita), mas estava limpinha e não tinha marcas nenhumas. 

 

 

Vista panorâmica para as traseiras, com escadas de emergência ao lado. As escadas revelaram-se bastante úteis pois o elevador era temperamental, e por vezes só chegava ao quarto andar! 

 

 

Tim Hotel - Gare du Nord

 

 

Tim Hotel - Gare du Nord

 

 

 

O Hotel ficava numa rua bem agitada, mesmo ao lado das linhas da Gare de l'Est... o barulho dos comboios não parava, mas como no final do dia estávamos sempre tão estafadas, o barulho não nos chateou muito.

 

 

Descarregamos as malas e rumamos de volta à estação - mas tiramos umas fotos no caminho.

 

 

Rue de l'Aqueduc

 

 

 

Encontramos uma cache nesta ponte, yay!

 

 

Gare de l'Est - train lines

 

 

 

 

A coisa mais inteligente a fazer em Paris é comprar um passe para todos os transportes - metro, RER, autocarro... etc! Nós compramos o Paris Visite de 3 dias (€21.60), zonas 1-3 e fomos para TODO o lado! 

 

As linhas de metro/RER parecem um pouco confusas à primeira vista... mas o sistema não é muito diferente do de Lisboa ou Londres.

 

 

Já com o passe na mão, decidimos ir pegar o touro logo pelos cornos. Torre Eiffel, aqui vamos nós!

 

 

Lá apanhamos o RER até St. Michel/Notre-Dame, para trocar de linha e ir até Champ de Mars (Tour Eiffel)... só que o comboio que veio primeiro ia só até Invalides, e nós decidimos ir dar um pulinho lá primeiro.

 

 

 

Assim que saímos da estação de Invalides, demos com isto:

 

 

Le Grand Palais

 

 

 

Le Grand Palais

 

 

 

 

Lá no fundo vê-se o Grand Palais.

 

 

 

Tour Eiffel 

 

E a bendita torre já dava ares de sua graça!

 

 

Mas como estávamos mesmo ao pé disto:

 

 

Invalides

 

 

 

... e estava no Top 10 de sítios a visitar, lá fomos nós.

 

 

Invalides

 

 

Invalides

 

 

Invalides

 

 

 

 

Janelas curtidas:

 

 

Invalides

 

 

Invalides

 

 

Invalides

 

 

E eis o Napoleão no seu poleiro:

 

 

Invalides

 

 

Invalides

 

 

 

 

A Igreja Saint-Louis des Invalides

 

 

Invalides

 

 

Invalides 

 

 

 

Continua...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Videl às 09:36

City Break - Paris 0.0

Domingo, 06.05.12

Há uns cinco anos que eu e a Maria tinhamos isto nos planos - apanhar o comboio em Bournemouth e ir até Paris - mas ou por falta de dinheiro e/ou tempo, adiou-se, adiou-se, adiou-se... até que POF! Foi desta!

 

O plano era ambicioso, pois os bilhetes mais baratos são aqueles com as horas menos convenientes possíveis... mas como somos moças valentes, uma data de horas de espera no chão de uma estação não nos assustou.

 

Após um longo dia de trabalho, foi chegar a casa, comer, fazer as malas e truca... apanhar o comboio para Londres.

 

Aqui vai uma foto no chuchu:

 

On the Chuchu!

 

 

Chegamos a Waterloo às 1:05 e o plano era apanhar o tube/autocarro (qualquer coisa) até King's Cross/St. Pancras e esperar, esperar, esperar pelo Eurostar (aka Eurochuchu).

 

A estação de Waterloo parecia que tinha levado com uma bomba em cima... um alvoroço d'um cabrão! Andaimes por todo o lado, malta pendurada a soldar, faíscas por todo o lado... isto em plena uma da matina! E tube? Cadê tube? Tinha fechado à 00:30. E o último autocarro tinha sido à 00:30 >_> ai ai ai.

(A culpa é dos Jogos Olimpicos!!)

 

 

Bem, só tínhamos duas hipóteses, andar (mas a vontade de carregar malas ao frio não era muita), ou então ir pedinchar ao taxista que nos levasse até lá, e rezar para ele não se aproveitar e dar umas voltinhas extra.

 

O Sr. taxista disse que devia sair a umas £20 (coisa normal para Londres à noite). O taxista revelou-se muito simpático, conversador e curioso (como a maioria dos taxistas em Londres). Lá se queixou que teve a noite toda em Waterloo e que o nosso comboio era o último e que nem uma volta fez... quando se trabalha para um patrão e recebe-se um ordenado, tanto faz trabalhar ou não... mas quando se trabalha por contra própria é como se tivesse trabalhado sem ter sido pago.

 

Foi honesto e foi directo para St. Pancras e só nos cobrou £15 (à noite o taxímetro é muito liberal). Ainda nos mostrou onde eram as portas para fazer o check-in e os cafés que estavam abertos 24 horas. Deve ter tido pena nossa, pois o comboio era só às 5:40...  tínhamos quatro horas e tal de espera pela frente.

 

 

 

Os bancos da estação são tão desconfortáveis, e os encostos de braço/separadores não deixam uma pessoa se encostar como deve de ser. Encontramos uns quantos espojados no chão, outros com as costas no banco, as pernas nas malas e o cu suspenso. Outros passaram a vedação do Yo!Sushi (restaurante Japonês na estação) e esconderam-se entre as booths e deitaram-se nos sofás - espertos!

 

Estava frio na estação, e embora St. Pancras tenha montes de lojas, restaurantes e cafés, às duas da matina estávamos limitadas a Starbucks ou Costa.

(Starbucks ganha sobre Costa todos os dias - café queimado, não obrigado!)

 

Lá pedimos dois skinny lattes para nos aquecer, e para ninguém nos chatear por usar o estabelecimento como sala de espera (não éramos as únicas na mesma situação).

 

 

Starbucks

 

 

Ficamos na palheta uma data de tempo, só abalamos quando se aproximou a hora do check-in... tínhamos o cú severamente dormente!

 

O check-in para o Eurostar é muito mais relaxado do que para um voo - mas mesmo assim temos de despejar bolsos, despir casacos, passar por detectores... e no caso da Maria apanhar uns valentes apalpões.

 

A sala de espera é bastante confortável, a maioria dos empregados eram Franceses (deve sair mais barato pagar ordenados em €€ do que em ££ ??).

 

Estava quase!

 

 

Waiting for the Eurostar 

 

 

 

Quando a gate abriu, lá entramos no Eurochuchu! YAY!

 

 

Eurostar

 

 

 

A estação tem os anéis olímpicos lá no alto... já se nota que os Jogos Olímpicos estão quase a chegar! É uma pena viver aqui tão perto e não ter hipótese de ver nada.

 

 

Olympic Rings

 

 

 

A nossa carruagem era a 18 - o que acabou sendo a 'cabeça' do comboio. Aquilo é um monstrinho e é surpreendentemente longo.

 

Quando marcamos bilhetes, o sistema arranja os pares automaticamente em lugares opostos com uma mesita no meio.

 

 

Untitled

 

 

Os bancos eram confortáveis e tinham uns apoios de cabeça bacanos, que me protegeram da baba do meu vizinho Americano, que estava a dormir e a dar umas pendidelas valentes para o meu lado.

 

A Maria conseguiu dormir no comboio para Londres e no Eurostar... eu, por mais que tentasse, está quieto! Estava de pé há mais de 26 horas, mas mesmo assim o João Pestana não queria nada comigo.

 

Ao fim de cerca de uma hora, entramos finalmente no Eurotunel. Eis a banda sonora escolhida durante a travessia do Canal da Mancha:

 

 

 

 

 

Demorou só cerca de 20 minutos até sairmos do outro lado do mar. 

 

Deu logo para notar diferenças nas casitas, vegetação e o terreno é muito mais plano.

 

Dizem que o Eurostar atinge velocidades de 300 km/h... sinceramente, não se nota (uma pena!)

 

 

Enquanto a Maria dormia e babava-se para cima da mão, eu apreciei a vista e li. 

 

Comboio é dos meus meios de transporte preferidos (talvez por que é o único onde posso ler sem ficar com uma valente dor de cabeça!). Também gosto de andar de avião, mas a pressão e as dores nos ouvidos deixam-me K.O. por isso perde pontos!

 

 

 

Chegamos a Paris Gare du Nord em boa hora... próxima paragem, hotel para descarregar as malas!

 

 

 

 

 

(Não percam o próximo post, porque nós também não!)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031